Últimos ataques impediram entrega de armas estrangeiras diz Moscovo

Kiev às escuras depois dos ataques aéreos russos de sexta-feira
Kiev às escuras depois dos ataques aéreos russos de sexta-feira Direitos de autor Felipe Dana/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Nara Madeira com AFP, AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rússia prossegue ofensiva na Ucrânia e justifica ataques que mataram mais de 10 civis, dizendo que impediram entrega de armas estrangeiras a Kiev

PUBLICIDADE

Quando os mísseis russos continuam a cair sobre cidades da Ucrânia Moscovo justifica as investidas dizendo que impediu a entrega de armas estrangeiras ao país vizinho. Ataques que deixaram várias cidades às escuras e comprometeram o fornecimento de água às populações.

O Kremlin divulgava imagens do presidente russo com o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas enquanto mostravam o sistema de mísseis balísticos intercontinentais "Avangard", instalado desde 2019 na região de Oremburgo, nos Montes Urais.

Enquanto isso, equipas de resgate recuperavam o corpo de uma criança dos escombros de um bloco de apartamentos que foi atravessado por um míssil russo, na cidade ucraniana de Kryvyi Rih. Um dos 16 projéteis, entre os 76 disparados, que escapou à Defesas Aérea da Ucrânia na sexta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy visita Estados Unidos na primeira viagem internacional após a invasão

Defesa aérea da Ucrânia trava 60 mísseis russos

Novo míssil hipersónico "Avangard" testado sob o olhar atento de Putin