Resistir nas trincheiras na Ucrânia

Um soldado ucraniano caminha ao longo de uma trincheira na região de Donetsk, na Ucrânia, a 15 de Agosto de 2022.
Um soldado ucraniano caminha ao longo de uma trincheira na região de Donetsk, na Ucrânia, a 15 de Agosto de 2022. Direitos de autor ANATOLII STEPANOV / AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No leste da Ucrânia, soldados ucranianos resistem nas trincheiras contra ofensiva da Rússia

PUBLICIDADE

Em Velyka Novosilka, na região ucraniana de Donetsk, as trincheiras formam uma espécie de labirinto. É aqui que ucranianos e russos mantêm posições, a poucas centenas de metros uns dos outros...

Um soldado ucraniano conta que "o mais assustador é quando se vê um tanque a vir na sua direção, quando o tanque dispara, isso acontece muito rapidamente. Quando se vê uma bala a voar na nossa direção, ouvimo-la e temos um ou dois segundos para nos escondermos".

Nesta linha da frente, os soldados não ficam mais de três dias seguidos...

E o medo está sempre presente, embora nem sempre possa ser mostrado...

"Claro que todos estão assustados, a toda a hora, eu também estou, mas se os meus homens perceberem, ficam assustados, por isso oficialmente não estou assustado", afirma o comandante Sedoy.

Quase um ano após o início da guerra, estes soldados afirmam que não sentem nada mais além de raiva pelos russos e, tal como o Governo de Kiev, confirmam que para expulsarem os invasores da Ucrânia são necessários tanques.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia acusa Ucrânia de atacar deliberadamente hospital em Novoiadar

Alemanha espera pedido oficial da Polónia para autorizar entrega de tanques à Ucrânia

Ucrânia divulga vídeo sobre a vida nas trincheiras