China e Rússia fazem demonstração de força e fortalecimento das relações

Chefe da Diplomacia chinesa encontra-se com Presidente russo em Moscovo
Chefe da Diplomacia chinesa encontra-se com Presidente russo em Moscovo Direitos de autor Anton Novoderezhkin/Sputnik
De  Nara Madeira com AP, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Responsável pela Diplomacia chinesa visita Moscovo para mostrar que as relações entre os dois países estão cada vez mais fortes.

PUBLICIDADE

A visita do responsável pela Diplomacia chinesa a Moscovo, antes de se assinalar o primeiro aniversário do início da invasão russa da Ucrânia, é uma forte mensagem de Pequim, quer para a Rússia quer para os EUA. 

Wang Yi foi, calorosamente, recebido pelo Presidente russo. Na ocasião, o chefe de Estado russo frisou que os dois países têm o interesse estratégico comum de permanecerem juntos, na cena mundial.

Como sublinhámos, a cooperação entre a República Popular da China e a Federação Russa, na cena internacional, tem um significado muito grande para a estabilização da situação internacional.
Vladimir Putin
Presidente da Rússia

A China recusou-se a criticar a invasão russa da Ucrânia, Wang Yi insinuou mesmo que nem a pressão por parte dos EUA, mudaria esta posição. 

Para o governante que representa Pequim, "a parceria estratégica global China-Rússia não visa terceiros" e "não será afetada pela interferência e provocação de terceiros". Yi sublinhava que não cederão a qualquer tipo de "coação e pressão".

Os exercícios navais conjuntos, na África do Sul, são mais uma prova da crescente cooperação militar. Os EUA temem que a China esteja pronta para ir mais longe, fornecendo armas ao Kremlin, para a guerra na Ucrânia. Pequim nega ter essa intenção e condenou Washington por fornecer armamento à Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa e NATO bastante céticos com "plano de paz" da China

Mãe de Navalny já viu o corpo do filho e diz estar a ser pressionada para aceitar funeral "secreto"

Supremo Tribunal da Rússia rejeita candidatura de Boris Nadezhdin à presidência do país