Grupo Wagner aguarda reforços para o "assalto final" a Bakhmut

Soldados ucranianos num tanque junto à linha da frente, em Bakhmut
Soldados ucranianos num tanque junto à linha da frente, em Bakhmut Direitos de autor ANATOLII STEPANOV/AFP or licensors
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Mercenários estarão à espera de reforços das tropas convencionais da Rússia para acabara com a resistência ucraniana em Bakhmut

PUBLICIDADE

O grupo mercenário russo Wagner parece estar a fazer uma "pausa tática" em Bakhmut, avança o grupo de reflexão norte-americano Instituto para o Estudo da Guerra (ISW) .

O ISW acredita que os mercenários esperam a chegada de reforços suficientes de tropas russas convencionais antes de tomarem um lugar secundário na batalha.

Diz o ISW: "As forças russas provavelmente avançaram a noroeste de Bakhmut no dia 9 de Março, no meio de um provável aumento do ritmo das operações ofensivas russas na área. O líder do Grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, afirmou que os combatentes do Grupo Wagner capturaram totalmente Dubovo-Vasylivka - 6 km a noroeste de Bakhmut.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bakhmut: A batalha mais longa e sangrenta da guerra na Ucrânia

Forças armadas ucranianas negam responsabilidade no ataque a mercado de Donetsk

25 mortos após bombardeamento a mercado na Ucrânia ocupada pela Rússia