França rejeita pedido de extradição das Brigadas Vermelhas

França rejeita pedido de extradição
França rejeita pedido de extradição Direitos de autor Martin Bureau/AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Roma pretendia regresso de dez italiano condenados por atos terroristas cometidos durante as décadas de 70 e 80

PUBLICIDADE

A justiça francesa rejeitou o pedido de extradição de dez italianos, condenados no seu país por atos terroristas, subversão da ordem democrática e homicídio agravado.

A instância mais alta do sistema judiciário francês justificou a decisão com o facto de terem sido julgados à revelia, sem possibilidade de defesa nem de pedir novo julgamento, e também porque têm uma vida estável em França, e sem qualquer ligação a Itália, há mais de 25 anos. A decisão não é passível de recurso.

Os dez italianos faziam parte da "Brigada Vermelha", responsável por vários ataques durante os chamados "Anos de Chumbo", nas décadas de 70 e 80. Estavam em França devido à promessa de François Miterrand, no início dos anos 80, de não extraditar ativistas que tivessem renunciado à luta armada.

Estima-se que as ações violentas da extrema-esquerda italiana tenham provocado perto de quatrocentas mortes no país durante este período.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Festa das Luzes de Lyon em contexto de ameaça terrorista

Autoridades francesas estão a tratar o atentado de Paris como "conspiração terrorista"

França: Ex-mulher de assassino em série julgada por cumplicidade em três homicídios