Protestos contra a reforma de pensões voltam a registar detenções e feridos em Paris

Milhares de pessoas revoltadas em Paris contra a reforma das pensões
Milhares de pessoas revoltadas em Paris contra a reforma das pensões Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades franceses falam em cerca de 380 mil manifestantes em todo o país; os sindicatos apontam a um milhão e meio. Desta vez, até a sede da Louis Vuitton esteve no alvo dos protestos

PUBLICIDADE

A praça da Bastilha em Paris foi uma vez mais palco de tensos protestos contra a reforma do sistema de pensões em França.

O projeto de lei que é esta sexta-feira votado pelo Conselho Constitucional prevê aumentar a idade da reforma dos 62 para os 64 anos.

Este foi o 12.° dia de protestos. De acordo com as autoridades, juntou cerca de 380 mil pessoas por todo o país. Já os sindicatos, falam num milhão e meio de manifestantes revoltados com o presidente Macron e o governo de Élisabeth Borne.

É em todo o caso o maior número de participantes desde 11 de março.

O Conselho Constitucional vota esta sexta-feira o projeto lei desejado por Emmanuel Macron para equilibrar as contas da segurança social francesa.

Revoltados, algumas dezenas de manifestantes chegaram a invadir a sede da Louis Vuitton na capital francesa.

Só em Paris, foram registadas quase meia centena de detenções e pelo menos 10 feridos entre as forças de segurança.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"The place to be": Art Paris 2024 coloca as galerias de arte francesas no centro das atenções

Jogos Olímpicos de Paris: voluntários iniciaram formação

Notre-Dame vai receber cadeiras de carvalho maciço que “duram séculos”