Manifestação do 1º de Maio em Istambul termina em confrontos

Recep Tayyip Erdogan interditou a ajuntamentos na Praça Taksim
Recep Tayyip Erdogan interditou a ajuntamentos na Praça Taksim Direitos de autor Emrah Gurel/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestantes tentaram aceder à Praça Taksim apesar da interdição. Mais de uma dezena de pessoas foram detidas

PUBLICIDADE

Confrontos e detenções, na Praça Taksim, em Istambul, marcaram este Dia do Trabalhador na Turquia.

 Vários manifestantes tentaram aceder à praça que o presidente Recep Tayyip Erdogan interditou a ajuntamentos. Mais de uma dezena foram detidos. 

Trata-se de um local particularmente simbólico, depois do ataque que ocorreu aqui no mesmo dia em 1977, e que fez dezenas de mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles

Protestos convocados à medida que a Geórgia revive polémica lei sobre 'agentes estrangeiros'