Zelenskyy recebe prémio Carlos Magno na Alemanha

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy (esq.) e o chanceler alemão Olaf Scholz (dir.)
O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy (esq.) e o chanceler alemão Olaf Scholz (dir.) Direitos de autor Sven Hoppe/(c) dpa pool
Direitos de autor Sven Hoppe/(c) dpa pool
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy recenu o Prémio Carlos Magno na Alemanha em reconhecimento pela defesa dos valores europeus

PUBLICIDADE

O Presidente ucraniano Volodymy Zelenskyy recebeu este domingo na Alemanha o Prémio Carlos Magno em reconhecimento da defesa dos valores europeus, um prémio que agradeceu em nome do povo ucraniano.

"Todos os ucranianos, cada um dos nossos heróis merece estar aqui e receber este prémio", disse Zelenskyy no discurso de agradecimento.

Todos os ucranianos, cada um dos nossos heróis merece estar aqui e receber este prémio
Volodymyr Zelenskyy
Presidente da Ucrânia

Na cerimónia estiverma igualmente presentes a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen e o Chanceler alemão Olaf Scholz.

A visita do presidente Zelenskyy ocorre numa altura em que o exército ucraniano está prestes a lançar uma contra-ofensiva contra o exército russo e quer forjar uma coligação que lhe forneça aviões para enfrentar o invasor.

Naquela que foi a primeira visita de Zelenskyy à Alemanha desde o início do conflito, o presidente ucraniano foi muito elogiado. 

O chanceler Scholz sublinhou que a Ucrânia pertence à família europeia prometendo-lhe ajuda militar no valor de 2,7 mil milhões de euros.

Berlim preparou o terreno para Paris, a próxima paragem, no domingo, de uma digressão que já levou o líder ucraniano a Itália e ao Vaticano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Braço-de-ferro diplomático Berlim-Moscovo: Alemanha encerra quatro consulados russos

Zelenskyy volta a casa com mais promessas de armas e cooperação

Reino Unido vai fornecer mísseis de longo alcance à Ucrânia