Presidente ucraniano acusa alguns líderes árabes de fecharem os olhos

Mohammed bin Salman cumprimenta Volodymyr Zelenskyy
Mohammed bin Salman cumprimenta Volodymyr Zelenskyy Direitos de autor AP/AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A acusação foi feita durante a cimeira da Liga Árabe, esta sexta-feira, na Arábia Saudita.

PUBLICIDADE

O presidente ucraniano acusou alguns líderes árabes de ignorarem os horrores da invasão da Ucrânia pela Rússia durante o discurso que fez na cimeira da Liga Árabe em Jeddah, na Arábia Saudita.

Um discurso dirigido aos Estados-Membros da Liga que têm mantido uma posição neutra acerca da invasão russa e aqueles que mantêm uma relação próxima com Moscovo.

"Infelizmente, há alguns no mundo e aqui, entre vocês, que fecham os olhos para essas jaulas e anexações ilegais. E eu estou aqui, para que todos possam ver honestamente, por mais que os russos tentem influenciar", afirmou o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy.

O presidente ucraniano foi convidado para esta cimeira pela Arábia Saudita.

O príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, ofereceu-se para ser um mediador entre russos e ucranianos.

"Sua Excelência Zelenskyy está nesta cúpula para reiterar a posição de apoio do reino para fazer o que for preciso para reduzir a gravidade da crise na Ucrânia e ajudar a situação humanitária. O Reino está pronto para continuar a mediação entre a Rússia e a Ucrânia e apoiar todos os esforços para acabar politicamente com a crise rumo à paz”.

De Jeddah, o presidente ucraniano segue para Hiroxima, no Japão, para participar na cimeira do G7.

Zelenskyy tem feito uma série de viagens para fortalecer os laços com outros países.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ofensiva diplomática de Zelenskyy isola Putin

Zelenskyy foi à Arábia Saudita procurar apoio para o plano de paz ucraniano

Zelenskyy participa na cimeira da Liga Árabe