EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Míssil russo atinge clínica em Dnipro

VolodymyrZelenskyy (arquivo)
VolodymyrZelenskyy (arquivo) Direitos de autor LOUISE DELMOTTE/AFP
Direitos de autor LOUISE DELMOTTE/AFP
De  Euronews com AFP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governador local informa que o ataque provocou pelos menos duas mortes e três dezenas de feridos

PUBLICIDADE

Pelo menos duas pessoas morreram e trinta ficaram feridas na sequência de um ataque a um centro médico na cidade ucraniana de Dnipro. De acordo com o governador regional, Serhiy Lysak, entre os feridos encontram-se duas crianças. As autoridades locais responsabilizam a Rússia pelo ataque, descrito por Volodymyr Zelenskyy como um "crime contra a Humanidade".

A Rússia intensificou os ataques aéreos nas últimas semanas e, só a noite passada, Kiev garantiu ter interceptado dez mísseis e 25 drones que tinham como alvo vários pontos do país.

No outro lado da fronteira também já se faz sentir a ameaça da guerra. Na cidade russa de Krasnodar, a queda de dois drones provocou danos materiais num edifício de escritórios e num edifício residencial. Não há qualquer registo de feridos.

Em Rostov, as autoridades locais anunciaram ter interceptado um míssil ucraniano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque em Dnipro é "pura atrocidade", diz Zelenskyy

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo

Ucrânia atinge com drones depósito de munições no interior da Rússia