EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Soldados da KFor feridos com gravidade no Kosovo

Sérvios em confrontos no norte do Kosovo
Sérvios em confrontos no norte do Kosovo Direitos de autor Bojan Slavkovic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Bojan Slavkovic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Maioria sérvia contesta entrada de autarcas de etnia albanesa num edifício municipal, após terem ganho as eleições. Confrontos com polícia e militares da NATO fizeram 25 feridos, três dos quais em estado grave

PUBLICIDADE

Os sérvios do norte do Kosovo voltaram a envolver-se em confrontos com a polícia, num edifício municipal onde autarcas de etnia albanesa entraram semana passada, com a ajuda das autoridades locais.

O incidente veio agravar o clima de tensão que levou já a Sérvia a colocar as forças armadas do país em alerta máximo e a enviar mais tropas para a fronteira com o Kosovo.

Esta segunda-feira, a polícia kosovar e membros da missão da NATO no Kosovo (Kosovo Force - KFOR) tomaram posições para protegerem edifícios públicos em quatro municípios de Zvecan, Leposavic, Zubin Potok e Motrovic, as mesmas quatro localidades onde se realizaram eleições no mês passado, num ato eleitoral boicotado pela maioria sérvia no Kosovo.

A medida das autoridades foi fortemente criticada pela primeira-ministra sérvia, Ana Brnabic, sobretudo pela forma como a comunidade internacional está a lidar com os acontecimentos no Kosovo.

"Não estão a proteger as pessoas, não estão a proteger a democracia, não estão a proteger as instituições. Atualmente, estão lá para proteger os usurpadores da democracia contra as pessoas comuns, os cidadãos comuns", afirmou. 

De acordo com a polícia, os manifestantes sérvios tentaram entrar de "forma violenta" no edifício municipal tendo sido impedidos pelas autoridades.

Os manifestantes sérvios, que não reconhecem a independência do Kosovo, consideram os atuais autarcas "ilegítimos" e exigem a sua demissão, além da retirada da unidade especial de polícia de Pristina, atualmente destacada na região norte do Kosovo.

A KFOR afirmou ter aumentado a sua presença nos quatro municípios, incluindo Mitrovica, "para garantir um ambiente seguro e a liberdade de movimentos para todas as comunidades do Kosovo".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sérvia reitera que não reconhecerá independência do Kosovo

China e Sérvia anunciam acordo global de comércio livre

Kosovo: população foi a votos para destituir quatro presidentes de câmara de etnia albanesa