EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Líder do grupo Wagner acusa exército russo de bombardear os seus homens

Líder do grupo Wagner
Líder do grupo Wagner Direitos de autor AP/PRIGOZHIN PRESS SERVICE
Direitos de autor AP/PRIGOZHIN PRESS SERVICE
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo Yevgeny Prigozhin, os russos atacaram um dos campos de treino do grupo.

PUBLICIDADE

Dois civis foram mortos por bombardeamentos russos em Kherson, esta sexta-feira, segundo informações das autoridades ucranianas. As vítimas eram funcionários de uma empresa municipal de transportes.

Kiev diz ter abatido 13 mísseis de cruzeiro russos que visariam um aeródromo militar no oeste do país. E divulgou imagens da destruição de um tanque russo na região de Donetsk.

O líder do grupo Wagner divulgou um vídeo em que acusa o o exército russo de se retirar de Zaporíjia e Kherson e também de bombardear um dos seus campos de treinos, matando dezenas dos seus mercenários. Evgeny Prigozhin ataca o ministro da Defesa e os oligarcas que, segundo ele, precisam da guerra para obterem o máximo que puderem.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin alerta para risco de "guerra civil", ataques começam a sul de Moscovo

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin