EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Polónia reforça policiamento na fronteira com a Bielorrússia por temer outra crise migratória

Fronteira entre a Polónia e a Bielorrússia
Fronteira entre a Polónia e a Bielorrússia Direitos de autor WOJTEK RADWANSKI/AFP or licensors
Direitos de autor WOJTEK RADWANSKI/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades polacas reforçam policiamento na fronteira com a Bielorrússia, temem nova crise migratória.

PUBLICIDADE

A Polónia enviou mais 2.000 soldados para guardar a fronteira com a Bielorrússia, duplicando assim o número de efetivos solicitados pelos serviços da Guarda de Fronteiras. O Ministério do Interior diz temer outra crise migratória.

Varsóvia tem acusado Minsk de tráfico de seres humanos e de transformar "em armas" os fluxos de refugiados, o que o governo de Lukashenko negou.

Na Rússia, o ministério da Defesa anunciou o reforço das tropas nas fronteiras ocidentais. Moscovo já tinha anunciado a instalação de armas nucleares estratégicas na Bielorrússia. Mais tarde, e depois de uma tentativa de golpe mal sucedida, os militantes do grupo paramilitar Wagner deslocaram-se para esta república e assumiram posições perto das fronteiras da Polónia e da Lituânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atenção aos militares domina campanha eleitoral na Polónia

Presidente russo deixa avisos à Polónia por causa de reforço militar no flanco oriental

Letónia, Lituânia e Polónia preocupadas com proximidade do grupo Wagner na vizinha Bielorrússia