EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Treinador de Espanha pede desculpas por aplausos a Rubiales

Luis de la Fuente lamenta apoio inicial a Rubiales
Luis de la Fuente lamenta apoio inicial a Rubiales Direitos de autor Scott Heppell/AP
Direitos de autor Scott Heppell/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O treinador da seleção masculina de futebol de Espanha, Luis de la Fuente, aplaudiu o discurso em que o presidente da Federação se recusava a demitir.

PUBLICIDADE

O treinador principal da seleção masculina de futebol de Espanha, Luis de la Fuente, pediu desculpas por ter aplaudido o discurso do presidente da Federação, Luis Rubiales, quando este disse que não se demitia e se disse vítima daquilo a que chamou "falsas feministas". De la Fuente disse que "cometeu um erro".

Luis Rubiales está sob intensa pressão para deixar o cargo, depois de ter beijado na boca, sem consentimento, a jogadora Jenni Hermoso, no momento da entrega das medalhas, depois de a seleção feminina de Espanha se ter sagrado campeã do mundo, no campeonato disputado na Austrália e Nova Zelândia, em que as espanholas derrotaram a Inglaterra na final. 

Rubiales enfrenta processos disciplinares da FIFA, que o suspendeu por 15 dias, e das instâncias desportivas espanholas, que o procuram afastar. Enfrenta igualmente um processo por agressão sexual na justiça espanhola. 

Vídeo relança o debate

As jogadoras da seleção feminina recusam voltar a vestir a camisola da "Roja" enquanto Rubiales se mantiver no cargo. Entretanto, um vídeo das celebrações das jogadoras da seleção no autocarro, incluindo Hermoso, vem colocar dúvidas sobre a forma como reagiram ao ato do presidente da Federação. Nas imagens, parecem brincar com o sucedido, contrastando com a atitude dura manifestada mais tarde. 

O escândalo em torno do beijo de Rubiales está a dominar a atualidade desportiva em Espanha e a eclipsar a campanha para o Europeu do próximo ano. A seleção masculina espanhola tem jogos agendados com Chipre e com a Geórgia e vai ter no plantel, pela primeira vez, o jovem Lamine Yamal, de 16 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Futebolistas espanholas em greve nas duas primeiras jornadas da Liga F

ARCO regressa a Madrid com mais mulheres

Jenni Hermoso confirma perante o juiz que foi beijada sem consentimento por Rubiales