É incálculável a destruição provocada pela tempestade Daniel na Líbia, segundo a ONU

Busca por sobreviventes nos escombro da cidade de Derna, Líbia, 13 de setembro de 2023
Busca por sobreviventes nos escombro da cidade de Derna, Líbia, 13 de setembro de 2023 Direitos de autor Yousef Murad/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É ainda impssível calcular o alcance da destruição na Líbia. As Nações Unidas pedem ajuda para as 250 mil pessoas diretamente afetadas.

PUBLICIDADE

De acordo com o último balanço, o número de vítimas das inundações em ultrapassa os 11 mil. Há mais de 10 mil desaparecidos, estradas destruídas e bairros inteiros em ruínas.

A ONU pede mais de 67 milhões de euros para os 250 mil afetados.

Martin Griffiths, dos Assuntos Humanitários e de Emergência da ONU, fala do desconhecimento da dimensão da catástrofe.

"O problema é que ainda não estamos lá, na Líbia. Não sabemos a extensão do problema. As inundações, as torrentes, os edifícios destruídos e a lama ainda escondem as necessidades reais e o número de mortos".

A Itália enviou 33 bombeiros para ajudar nesta operação. Após o colapso das duas barragens devido às fortes chuvas em Derna, a cidade foi evacuada e só é permitida a entrada das equipas de busca e salvamento, para tentar encontrar desaparecidos sob a lama e os escombros.

"Infelizmente, a maioria destas pessoas podem ter morrido e podem ainda estar enterradas na lama ou ter sido arrastadas para o mar. Neste momento, o principal desafio enfrentado pelos actores humanitários e pelas autoridades sanitárias é a recuperação de cadáveres e a adequada conservação destes corpos", refere Imene Trabelsi, porta-voz regional do Comité Internacional da Cruz Vermelha - CICV.

Resgatar os mortos e suprir as necessidades dos sobreviventes é a urgência. Dois Airbus do exército alemão com 30 toneladas de carga pousaram no aeroporto de Al Abraq, no leste da Líbia, levando ajuda humanitária de primeira necessidade como cobertores, filtros de água e geradores elétricos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas semanas após a catástrofe, Líbia recupera dezenas de corpos no mar

Inundações na Líbia podem ter causado 25 mil mortes

"Há corpos por todo o lado" - destruição mortal em Derna