EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Estrelas do judo triunfam no Grand Slam de Baku

Pódio da categoria de -66kg no Grand Slam de Baku, Azerbaijão, sexta-feira, 22 de setembro de 2023.
Pódio da categoria de -66kg no Grand Slam de Baku, Azerbaijão, sexta-feira, 22 de setembro de 2023. Direitos de autor Emanuele Di Feliciantonio/IJF
Direitos de autor Emanuele Di Feliciantonio/IJF
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Capital do Azerbaijão encheu-se de estrelas da modalidade e de adeptos.

PUBLICIDADE

O Azerbaijão encheu-se de judocas e de adeptos da modalidade para o arranque do Grand Slam de Baku.

O evento foi oficialmente inaugurado pela Federação Internacional de Judo (FIJ) e por autoridades locais, dando as boas-vindas à família do judo no país.

Os adeptos locais vibraram de entusiasmo ao participar em atividades organizadas pela federação local e chamaram pelos nomes dos heróis da modalidade.

Assunta Scutto impõe-se na categoria de -48 kg

Na categoria -48 kg, a número 1 do mundo Assunta Scutto, de Itália, mediu forças com a favorita da casa Leyla Aliyeva.

Embora Aliyeva tenha dado luta, o trabalho clínico de Scutto garantiu o ouro para a superestrela italiana.

A vice-ministra da Juventude e Desporto do Azerbaijão, Mariana Vasileva, condecorou a atleta.

“Vencer quando estou cansada é um grande resultado para mim porque significa que estou a melhorar e estou muito feliz por este ouro”, confessou Scutto.

Gamzat Zairbekov e Ramazan Abdulaev: duelo nos -60 kg

Na categoria de -60 kg, Gamzat Zairbekov e Ramazan Abdulaev mediram forças. Depois de uma final acirrada e um "waza-ari", os amigos abraçaram-se numa verdadeira demonstração dos valores do judo.

O vice-presidente da Federação Internacional de Judo, Laszlo Toth, entregou as medalhas e condecorou Abdulaev, que acabou por se impor.

Kisumi Omori triunfa nos -52 kg

Na categoria de -52 kg, a japonesa Kisumi Omori lutou com determinação contra a campeã olímpica Distria Krasniqi num duelo intenso que durou até a prorrogação. A vitória tática foi para o Japão.

Vlad Marinescu, diretor-geral da Federação Internacional de Judo, condecorou a atleta.

Yashar Najafov: herói nos -66 kg

Na categoria dos -66 kgs, as esperanças locais aumentaram mais uma vez quando Yashar Najafov subiu ao palco na luta pela medalha de ouro contra Takeshi Takeoka.

E depois de apenas 13 segundos deu à multidão extasiada exatamente o que queriam ver, trazendo o ouro para o país anfitrião com um "uchi-mata."

A multidão foi à loucura, inspirada por uma incrível exibição de judo.

As medalhas foram entregues pelo secretário-geral do Comité Olímpico Internacional do Azerbaijão, Azer Aliyev.

PUBLICIDADE

"Queria ganhar esta medalha porque estou em casa e consegui. O povo do Azerbaijão adora judo, toda a gente estava a assistir. Muito obrigado pelo vosso apoio”, disse Najafov.

A última categoria da jornada colocou frente-a-frente Nora Gjakova e Eteri Liparteliani.

A campeã olímpica conquistou a vitória graças a um "waza-ari.” Foi condecorada pelo diretor de arbitragem da Federação Internacional de Judo, Florin Daniel Lascau.

O Azerbaijão foi sempre conhecido pela paixão pelo judo e fez jus a essa reputação. O Grand Slam de Baku prossegue este sábado.

PUBLICIDADE
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Azerbaijão fecha Grand Slam de Baku no topo

Sueca Tara Babulfath brilha no arranque do Grand Slam de Judo em Baku

Grand Slam de Judo de Baku: Anna-Maria Wagner triunfa nos -78 kg