EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Polacos votam em legislativas com conservadores no poder como favoritos

AP
AP Direitos de autor AP Photo/Michal Dyjuk
Direitos de autor AP Photo/Michal Dyjuk
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Legislativas polacas acentuam divisões internas, mas também são seguidas de perto por Ucrânia e aliados

PUBLICIDADE

A Polónia é palco, este domingo, de eleições legislativas que acentuam as divisões no país, mas que têm também um alcance além fronteiras.

Magnadlena Chodownik, euronews:"Os polacos vão hoje às urnas, decidir se elegem o governo conservador do Partido Lei e Justiça, no poder, pela terceira vez, ou se dão a maioria à coligação da oposição, mais liberal."

Os conservadores defendem a soberania do país face à União Europeia, enquanto a Coligação Cívica, liderada pelo ex-presidente do Conselho Europeu Donald Tusk, promete restaurar os valores democráticos.

Beata Myszkiewicz, trabalhadora por conta própria: "Quero uma Polónia melhor do que a que temos hoje. Quero que os meus filhos vivam num país livre, democrático e sorridente. Não quero que as pessoas olhem umas para as outras por terem opiniões políticas diferentes. Penso que estas são eleições muito importantes e que todos devem ir votar."

A Ucrânia e os aliados ocidentais estarão de olhos postos nos primeiros resultados das eleições, previstos para o início da noite. 

Uma vitória do partido no poder, favorito nas sondagens, pode exacerbar as tensões com Bruxelas e Kiev.

Mas uma maioria, mesmo no caso de uma aliança com a extrema-direita, está longe de estar garantida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro polaco promete reforçar a segurança na fronteira com a Bielorrússia

Polónia quer estar pronta caso haja um ataque da Rússia e pede à UE para dar mais armas à Ucrânia

Líderes polaco e lituano supervisionam exercícios militares ao longo da fronteira