EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ucrânia reforça posições nas margens do rio Dnipro

Izyum, Ucrânia
Izyum, Ucrânia Direitos de autor Bram Janssen/AP
Direitos de autor Bram Janssen/AP
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Desde o início da guerra que o rio tem tido um papel fundamental na geostratégia tanto da Rússia como da Ucrânia

PUBLICIDADE

A Ucrânia deu maior prioridade às operações nas margens do rio Dnipro. Na última avaliação, o Ministério britânico da Defesa afirma que a Rússia tem provavelmente estado alerta para a possibilidade de ataques através do rio desde que retirou as forças da margem ocidental há 12 meses. Algumas das unidades russas que anteriormente se encontravam na zona foram desviadas para o eixo de Orikhiv, a leste.

Os analistas russos de defesa afirmam que as forças ucranianas continuam a transportar pequenos grupos de pessoal através do rio Dnipro em barcos em vários pontos.

Dizem também que as forças ucranianas ainda controlam parte de Krynky e mantêm posições perto da estrada Antonivsky e das pontes ferroviárias. As forças ucranianas terão transferido reservas para as ilhas do delta do rio Dnipro e estão a tentar penetrar em Poyma - 10 km a sudeste da cidade de Kherson - e em Pishchanivka - 14 km a leste da cidade de Kherson.

O Ministério da Defesa russo afirma que as tentativas das forças ucranianas para capturar posições na margem oriental não tiveram êxito e salienta que um fator decisivo é a capacidade dos combatentes para fazer fogo de artilharia preciso e intenso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA acusam Rússia de executar soldados que não cumpram ordens de combate

Zelenskyy: "É provável que o alvo dos drones fosse a central nuclear de Khmelnytsky"

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv