EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Netanyahu classifica vídeo de reféns como "propaganda psicológica cruel"

Reféns estão detidos pelo Hamas há 23 dias
Reféns estão detidos pelo Hamas há 23 dias Direitos de autor Bebeto Matthews/AP
Direitos de autor Bebeto Matthews/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No vídeo, três mulheres, sequestradas pelo Hamas há 23 dias, pedem uma troca de prisioneiros.

PUBLICIDADE

O Hamas divulgou um novo vídeo que mostra reféns israelitas há 23 dias em cativeiro. As imagens mostram três mulheres, uma das quais dirige uma mensagem de crítica a Benjamin Netanyahu em hebraico, apelando a uma troca de prisioneiros com o Hamas que lhes permitiria regressar a casa. O primeiro-ministro israelita classificou este vídeo como "propaganda psicológica cruel".

Israel acredita que mais de 230 reféns estão detidos pelo Hamas numa gigantesca rede de túneis subterrâneos. Ori Megidish, uma militar feita refém desde o dia 7 de outubro, foi resgatada pelo exército israelita.

Shani Louk, uma germano-israelita que foi capturada por combatentes do Hamas quando estes invadiram um festival de música no deserto de Israel, foi confirmada como morta pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel.

Entretanto, a ofensiva israelita em Gaza intensificou-se, tal como os ataques contra Israel. Ao meio-dia, as sirenes de alerta de rockets começaram a soar em Jerusalém. Centenas de pessoas em hospitais e nas ruas tiveram de correr para os abrigos e foram ouvidas várias explosões.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Famílias dos reféns do Hamas pedem ajuda ao Parlamento Europeu

Israel celebra o resgate da primeira militar sequestrada pelo Hamas

Invadido aeroporto do Daguestão, uma alegada caça a israelitas em avião proveniente de Telavive