Hamas liberta mais 11 reféns após prolongamento do cessar-fogo

Trégua termina esta quinta-feira
Trégua termina esta quinta-feira Direitos de autor Ohad Zwigenberg/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Qatar, país que está a mediar as negociações entre Israel e o Hamas, anunciou um prolongamento da trégua humanitária.

PUBLICIDADE

As forças de Defesa israelitas (IDF) confirmaram que os 11 reféns libertados pelo Hamas já estão a caminho de Israel. Num comunicado, a IDF explicou que "com base nas informações recebidas da Cruz Vermelha, os 11 reféns estão atualmente a caminho do território israelita".

Nesta operação está prevista a libertação de prisioneiros palestinianos, mas por enquanto, não dada qualquer informação sobre onde e como vai decorrer. 

Entretanto, a trégua entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza, decidida através de um acordo mediado pelo Qatar, foi prolongada por mais dois dias. O Qatar anunciou esta segunda-feira à tarde, através de um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, que a trégua humanitária seria prolongada até quinta-feira. Doha, juntamente com o Cairo, tem sido o principal mediador no atual conflito entre Israel e o Hamas.O cessar-fogo, em vigor desde sexta-feira, terminava às sete horas locais esta terça-feira.

Esta segunda-feira, Israel disse que iria prolongar o cessar-fogo por um dia por cada 10 reféns adicionais libertados, assegurando ao mesmo tempo que continua empenhado em destruir as capacidades militares do Hamas.

Disse Eylon Levy, porta-voz do governo israelita: "Quando o Hamas deixar de libertar reféns ao abrigo do quadro existente, Israel voltará a concretizar os nossos três objetivos com toda a força: eliminar o Hamas, garantir que Gaza nunca mais constitua uma ameaça para o povo de Israel e, claro, libertar todos os nossos reféns".

Neste último dia do cessar-fogo entre Israel e o Hamas, a entrada de camiões com ajuda aumentou no posto fronteiriço de Rafah, entre o Egito e Gaza. Pela primeira vez, no domingo, chegaram camiões de ajuda ao norte da Faixa de Gaza.

O eventual fim das tréguas significa o fim da entrada de ajuda no enclave ainda controlado pelo Hamas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk visita Israel após polémica sobre antissemitismo

Palestinianos aproveitam cessar-fogo em Gaza para se abastecerem

Agência Humanitária da ONU na Palestina alerta para "ponto de rutura" em todas as atividades