Preço das casas faz aumentar número de pessoas em situação de sem-abrigo na Alemanha

Pessoas sem-abrigo na Alemanha
Pessoas sem-abrigo na Alemanha Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alemanha vive situação difícil devido à escassez de habitação e aumento dos preços dos alojamentos: em 2023, o número de pessoas em situação de sem-abrigo aumentou em todo o território alemão.

PUBLICIDADE

O aumento do custo de vida, a escassez e o aumento dos preços da habitação têm tido um forte impacto na vida das famílias alemãs. Muitas precisam de recorrer à ajuda de associações para conseguirem comer - e há mesmo quem perca a casa.

Bernd Siggelkow, fundador da Arche, uma associação de auxílio e solidariedade social, alerta para o aumento significativo da pobreza infantil na Alemanha e revela que, desde que fundou a organização há 30 anos, o número de crianças nesta situação triplicou.

 "Não era preciso ser um vidente, há dez anos, para saber o que iria acontecer se não combatêssemos a pobreza. Agora, foi-nos confirmado que a educação das nossas crianças é muito pobre na Alemanha, 25% dos alunos do quarto ano não sabem ler corretamente. É alarmante e nós apercebemo-nos disso. E isto tem muito a ver com dinheiro", defende.

O cenário agrava-se no inverno e as ruas são os espelhos das dificuldades, recebendo cada vez mais pessoas em situação de sem-abrigo. Berlim criou o Cold Bus, um autocarro que percorre a cidade e oferece mantimentos e sacos-cama. 

Em entrevista à Euronews, Mathias Forster, voluntário a trabalhar no chamado "autocarro do frio", destaca que a procura é muito superior à oferta e sublinha que é urgente encontrar soluções,

De acordo com as estatísticas oficiais alemãs, 57% das pessoas que se encontram em situação de sem-abrigo perderam a casa após a rescisão do contrato de arrendamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Áustria quer retirar sem-abrigo das ruas com modelo finlandês

Sem-abrigo continuam a aumentar na UE, apesar da nova plataforma política

Crise da habitação em Portugal: Os argumentos do alojamento local