EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Pimeiro-ministro israelita reitera que a guerra vai continuar e deixa aviso ao Hezbollah

Israel confirma que guerra vai continuar em Gaza
Israel confirma que guerra vai continuar em Gaza Direitos de autor Ohad Zwigenberg/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Ohad Zwigenberg/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Benjamin Netanyahu deixou um aviso ao Hezbollah para que "aprenda que o Hamas já aprendeu".

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu disse, este domingo, que a guerra em Gaza vai continuar até que Israel atinja "todos os seus objetivos", incluindo a eliminação do Hamas e o regresso de todos os reféns israelitas.

Durante a reunião do gabinete de guerra de Israel, Netanyahu também se dirigiu ao Hezbollah: "Estou a sugerir ao Hezbollah que aprenda o que o Hamas já aprendeu nos últimos meses", afirmou.

Entretanto, o porta-voz do exército israelita, Daniel Hagari, confirmou que uma base de controlo de tráfego aéreo, localizada no norte de Israel, foi atingida pelo Hezbollah no sábado, mas não deu detalhes sobre a extensão dos danos.

Já na Cisjordânia, uma criança palestiniana, com idade entre os três e os quatro anos, foi morta por engano depois da polícia israelita ter disparado sobre um par de alegados atacantes num posto de controlo na Cisjordânia ocupada.

Mais de 22.800 palestinianos foram mortos na guerra, na sua maioria mulheres e menores, segundo o Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, governado pelo Hamas, que não faz distinção entre mortes de civis e de combatentes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque a edifício no centro de Gaza faz pelo menos 20 mortos

UE condena apelo de ministros israelitas à saída dos palestinianos de Gaza

Israelitas querem explicações sobre frase de Netanyahu: "Reféns não estão a morrer"