EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Mortes de migrantes no Canal da Mancha levantam questões em Londres e Paris

Mortes de migrantes no Canal da Mancha questiona Londres e Paris
Mortes de migrantes no Canal da Mancha questiona Londres e Paris Direitos de autor Michel Spingler/Copyright 2021 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Michel Spingler/Copyright 2021 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os cinco migrantes mortos foram descobertos ao largo da costa de França quando tentavam chegar à costa do Reino Unido.

PUBLICIDADE

A morte de cinco migrantes nas águas do Canal da Mancha, na madrugada de 13 para 14 de janeiro, voltou a levantar questões sobre a forma como as autoridades francesas e britânicas estão a lidar com a crise migratória.

Os migrantes terão morrido perto de uma praia em Wimereux (Pas-de-Calais), no norte de França, quando tentavam alcançar um barco a nado no Canal da Mancha. Segundo a Associated Press, trinta e duas pessoas foram resgatadas pela polícia marítima.

O presidente da câmara de Le Portel, Olivier Barbarin, lamentou as mortes e referiu que Londres e Paris “têm de encontrar soluções”.

"Nós, presidentes de câmara, estamos perturbados. Estamos aqui para acompanhar, para trazer roupa, para trazer esta solidariedade comunitária e nacional, mas, além disso, estamos completamente impotentes. Vamos ter de encontrar soluções entre França e Inglaterra", afirmou Barbarin.

O Ministério Público de Boulogne-sur-Mer disse que o barco foi lançado ao largo com 12 a 15 pessoas a bordo. Outras estavam prestes a embarcar quando o barco se virou devido à ondulação e à subida da maré. Um barco francês conseguiu salvar 32 pessoas.

Numa entrevista concedida no passado domingo às emissoras de televisão norte-americanas, o Papa Francisco apelou a que aos migrantes, muitas vezes tratados como objetos, que não se deparem com portas fechadas, sublinhando a necessidade de serem ajudados nos países que necessitam de mão de obra.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Barco com migrantes afunda no canal da Mancha

Criança de 7 anos morre em naufrágio de barco com migrantes que tentava atravessar Canal da Mancha

Ligações ferroviárias Eurostar de volta à normalidade