Um morto e sete feridos em Israel após ataque com mísseis disparados do Líbano

Ataques israelitas na Faixa de Gaza mataram 25 pessoas nas últimas horas
Ataques israelitas na Faixa de Gaza mataram 25 pessoas nas últimas horas Direitos de autor Ohad Zwigenberg/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pelo menos uma pessoa morreu e sete ficaram feridas num ataque contra Israel. Mísseis foram lançados a partir do Líbano, mas Hezbollah não reivindicou responsabilidade.

PUBLICIDADE

Um pessoa morreu e outras sete ficaram feridas, duas com gravidade, num ataque com mísseis lançado a partir do Líbano contra Israel.

Até agora o ataque não foi reivindicado, contudo, o grupo xiita libanês Hezbollah disse ter impedido duas tentativas das forças israelitas de atravessar o território libanês durante a noite. 

A troca de fogo entre o Hezbollah e Israel tem vindo a intensificar-se desde o início da guerra em Gaza.

A Liga dos Estados Árabes continua a discutir a crise em Gaza, no Cairo, pedindo que seja enviada mais ajuda para o território. Apelos que chegam numa altura em que se tenta chegar a um novo acordo de cessar-fogo que permita a libertação de alguns dos cerca de 130 reféns ainda detidos na Faixa de Gaza em troca de uma pausa nos combates.

No terreno os ataques continuam. Em Rafah, no sul de Gaza, uma vaga de ataques aéreos israelitas atingiu dois blocos residenciais, no domingo, matando pelo menos 13 pessoas, incluindo quatro mulheres e quatro crianças. 

Noutro ataque ao campo de refugiados de Nuseirat, na noite de domingo, pelo menos outras 12 pessoas foram mortas.

Esta segunda-feira, o alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Volker Türk, disse estar preocupado com as repercussões da guerra em Gaza, comparando o conflito a um "barril de pólvora" que pode atingir todo o Médio Oriente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Hamas sob pressão dos EUA para aceitar acordo de cessar-fogo

Protestos em Israel, enquanto se aguarda resposta do Hamas ao cessar-fogo

Israel aceita proposta de cessar-fogo e aguarda resposta do Hamas