Imprensa russa anuncia falsa morte do rei Carlos III

Rei Carlos III
Rei Carlos III Direitos de autor Royal Household /AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Meios russos difundiram informação, nunca avançada pelo Palácio de Buckingham, de que o rei britânico tinha morrido na tarde de segunda-feira, de forma inesperada.

PUBLICIDADE

Não houve qualquer anúncio oficial do Palácio de Buckingham nem sequer um boletim de saúde do rei Carlos III - que admitiu publicamente que foi diagnosticado com cancro - mas a imprensa russa decidiu na segunda-feira anunciar a falsa morte do rei de Inglaterra.

Segundo o The Guardian, tudo começou quando o Vedomosti, que já foi um dos mais respeitados jornais russos, colocou no seu canal do Telegram uma fotografia do rei Carlos em uniforme militar e uma curta legenda: "O rei britânico Carlos III morreu". A informação rapidamente correu nos canais russos e foi inclusivamente partilhada no canal pró-Kremlin Readovka, que tem mais de dois milhões de subscritores, aí já com um documento que parece imitar aquele que anunciou a morte de Isabel II. "O rei faleceu de forma inesperada ontem à tarde", lê-se.

O site russo Gazeta.Ru partilhou a informação no Twitter mas editou-a posteriormente para alertar que nada sobre a morte de Carlos III tinha sido escrito pela imprensa britânica. "Provavelmente, a informação é falsa".

A notícia da morte do rei britânico, que nunca foi avançada por qualquer fonte oficial, acabou mesmo por chegar aos meios de comunicação ucranianos e foi partilhada nas redes sociais de uma conhecida estação de televisão, indica o Guardian, que acrescenta que um dos maiores meios de comunicação social independentes do Tajiquistão, o Asia-Plus, também escreveu sobre o alegado óbito. 

Horas depois, a Tass, agência de notícias estatal russa, acabou por desmentir toda a especulação: "O rei Carlos III continua a desempenhar as suas funções oficiais e a participar em compromissos privados", divulgou.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Notas com cara de Carlos III entram em circulação em junho

Britânicos preocupados com a saúde de Carlos III e instabilidade no país

Rei Carlos III tem cancro e já está a receber tratamento