EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ursula von der Leyen: "Todas as partes devem abster-se de uma escalada"

Ursula von der Leyen fez os comentários na Finlândia
Ursula von der Leyen fez os comentários na Finlândia Direitos de autor Antti Aimo-Koivisto/Lehtikuva
Direitos de autor Antti Aimo-Koivisto/Lehtikuva
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A presidente da Comissão Europeia advertiu contra a escalada de violência no Médio Oriente, depois da notícia de um ataque israelita contra o Irão.

PUBLICIDADE

A presidente da Comissão Europeia foi uma das primeiras figuras políticas ocidentais a reagir à notícia de que Israel terá atacado o Irão com drones, uma informação que o Irão começou por negar, dizendo que foi um "sonho", nas palavras de um alto responsável da República Islâmica, para depois admitir ter abatido apenas três drones.

Ursula von der Leyen apelou à contenção de ambas as partes para evitar uma escalada da guerra no Médio Oriente. Na Finlândia, onde se encontra de visita, numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro finlandês Petteri Orpo, a líder da Comissão Europeia disse: "Temos de fazer tudo o que for possível para que todas as partes se abstenham de uma escalada na região. Assistimos a um ataque maciço com drones e mísseis, cerca de 300, por parte do Irão contra Israel. É absolutamente necessário que a região se mantenha estável e que todas as partes se abstenham de novas ações". 

O Secretário de Estado norte-americano Antony Blinken, que se encontra na ilha italiana de Capri para uma reunião do G7 sobre assuntos externos, não comentou os últimos acontecimentos. Mas, na quinta-feira, os Estados Unidos, a União Europeia e o Reino Unido anunciaram a imposição de uma nova série de sanções ao Irão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha e Irlanda tentam que UE se incline para o reconhecimento da Palestina

Centrais nucleares iranianas não foram danificadas após alegado ataque israelita

Detido homem que ameaçou fazer-se explodir frente ao consulado do Irão em Paris