EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Stonehenge intacto após ato de vandalismo de ativistas pelo clima

Monumentos de Stonehenge estão intactos após ato de vandalismo da Just Stop Oil
Monumentos de Stonehenge estão intactos após ato de vandalismo da Just Stop Oil Direitos de autor Just Stop Oil/AP
Direitos de autor Just Stop Oil/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O monumento megalítico, Património Mundial da UNESCO, foi pintado de laranja, na quarta-feira, por dois ativistas do movimento Just Stop Oil.

PUBLICIDADE

O monumento megalítico de Stonehenge parece estar intacto depois de dois ativistas pelo clima terem espalhado tinta cor de laranja sobre ele, segundo as autoridades britânicas.

De acordo com Nick Merriman, diretor executivo da instituição English Heritage, que gere monumentos, edifícios e locais históricos britânicos, o monumento com cerca de 4.500 anos foi limpo e está visivelmente intacto.

"É difícil de entender e estamos profundamente tristes", disse Merriman à BBC Radio 4 sobre o incidente, acrescentando que foi “um ato de vandalismo contra um dos monumentos antigos mais célebres do mundo".

Stonehenge, que é Património Mundial da UNESCO, já reabriu e é esperado que milhares de pessoas visitem o local pré-histórico para celebrar o solstício de verão, na madrugada de sexta-feira.

Os dois ativistas, que pertenciam ao movimento Just Stop Oil, foram presos pela polícia britânica na quarta-feira. O grupo Just Stop Oil disse que os ativistas, identificados por Niamh Lynch, 21 anos, e Rajan Naidu, 73 anos, tinham "decorado Stonehenge com tinta em pó laranja" para exigir que o próximo governo do Reino Unido se comprometa legalmente a eliminar gradualmente os combustíveis fósseis até 2030.

O ataque a Stonehenge foi condenado pelo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, que considerou o incidente “um ato vergonhoso de vandalismo”. Também o seu principal opositor nas eleições gerais do próximo mês, o líder trabalhista Keir Starmer, apelidou o grupo de “patético” e disse que os danos foram "ultrajantes".

Já na manhã desta quinta-feira, duas ativistas da Just Stop Oil invadiram um aérodromo privado em Stansted e pintaram de laranja o jato privado de Taylor Swift. A cantora norte-americana tinha aterrado no Reino Unido poucas horas antes para dar mais um espetáculo da sua digressão, “The Eras Tour”. As duas mulheres, de 28 e 22 anos, foram detidas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhares de pessoas celebram o dia mais longo do ano em Stonehenge

Solstício de verão celebrado em Stonehenge

Mistério dos monólitos gigantes de Stonehenge revelado