EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Milhares de pessoas celebram o dia mais longo do ano em Stonehenge

Celebrações tradicionais do solstício de verão, no sítio histórico de Stonehenge, no Reino Unido
Celebrações tradicionais do solstício de verão, no sítio histórico de Stonehenge, no Reino Unido Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É assim todos os anos e este ano não fugiu à regra: uma multidão reuniu-se em Stonehenge, no sul de Inglaterra, para assinalar o solstício de verão, o dia mais longo do hemisfério norte

PUBLICIDADE

Celebrando uma experiência única, uma vez por ano, druidas, hippies, turistas, bruxas, feiticeiros e simples curiosos cantaram, dançaram e entoaram cânticos enquanto o sol se erguia sobre as antigas e misteriosas pedras, que se impõem sobre a planície de Salisbury.

O sítio, classificado como Património Mundial, esteve aberto ao público das 19h00 de terça-feira às 8h00 de quarta-feira, a única noite do ano em que as pessoas podem permanecer durante um período prolongado no interior do círculo de pedras.

A festa não é só em Stonehenge. O otimismo reina, em todo o Reino Unido, com o início oficial do verão.

Stonehenge supostamente fica nas linhas ley - conexões místicas de energia em todo o território. Para os druidas, espiritualistas modernos ligados à antiga ordem religiosa celta, Stonehenge tem uma importância secular, assim como os rituais em torno do solstício. Trata-se efetivamente do ciclo da vida, da morte e do renascimento.

Este ano, o solstício de verão em Stonehenge decorreu entre as 19 horas de terça-feira e as 8 horas de quarta-feira. Durante a noite, os fiéis puderam passar a noite dentro do círculo de pedra.

Outros entoaram cânticos ou tocaram as suas guitarras acústicas. O álcool é proibido, assim como os sistemas de som.

Stonehenge, um dos monumentos pré-históricos mais famosos do mundo e Património Mundial da Humanidade, foi construído nas terras planas da planície de Salisbury, por etapas, desde há 5.000 anos, tendo o único círculo de pedras sido erigido no final do período Neolítico, cerca de 2.500 a.C.

Sabe-se que algumas das pedras, as chamadas pedras azuis, vieram das Colinas Preseli, no sudoeste do País de Gales, a cerca de 240 quilómetros de distância, mas as origens de outras permanecem um mistério.

O significado do local tem sido objeto de um debate vigoroso, com algumas teorias a parecerem mais estranhas, se não mesmo alienígenas, do que outras.

A English Heritage, uma instituição de caridade que gere centenas de locais históricos, aponta várias explicações - desde Stonehenge ser um local de coroação de reis dinamarqueses, um templo druida, um centro de culto para curas, ou um computador astronómico para prever eclipses e eventos solares.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cantor norte-americano Bruce Springsteen é oficialmente bilionário

Celebridades reagem à desistência de Joe Biden da corrida presidencial dos EUA

Coprodução luso-croata vence Festival Curtas de Vila do Conde