EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Suíça: três pessoas estão desaparecidas após deslizamento de terras nos Alpes devido à chuva

Inundações em Zermatt, Suiça. Photo: EBU
Inundações em Zermatt, Suiça. Photo: EBU Direitos de autor EBU
Direitos de autor EBU
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Três pessoas estão desaparecidas nos Alpes suíços na sequência de deslizamento de terras e fortes chuvas que provocaram inundações repentinas e deixou a cidade de Zermatt isolada.

PUBLICIDADE

Três pessoas estão desaparecidas no sábado, após fortes trovoadas e chuvas no sudeste da Suíça terem provocado um deslizamento de terras, segundo as autoridades.

Uma mulher foi retirada com vida após ter sido soterrada pelo deslizamento de terras no vale alpino de Misox, nos Grisões. Está a decorrer uma operação de salvamento das outras três pessoas.

Noutros locais da Suíça, o popular destino turístico de Zermatt, no cantão meridional de Valais, perto da icónica montanha Matterhorn, continua inacessível. As fortes chuvas e a neve derretida provocaram o transbordamento do rio Mattervispa, isolando a aldeia.

Vídeos mostraram o pequeno rio que atravessa Zermatt a transformar-se numa inundação de lama, submergindo parcialmente as ruas da popular estância de esqui.

O caminho de ferro Matterhorn-Gotthard deixou de funcionar, tornando Zermatt inacessível a partir de sexta-feira à tarde. Autocarros de substituição vão circular entre Visp e Täsch para recolher os passageiros retidos. Entretanto, a situação acalmou e os trabalhos de limpeza já começaram.

Nível de alerta elevado declarado pelas autoridades

As autoridades do Valais estão muito preocupadas com o transbordamento das margens do Ródano e os seus afluentes.

O nível das águas do Ródano tem estado elevado desde a manhã e prevê-se que atinja o seu máximo no final da tarde, apresentando o risco de novas inundações e deslizamentos de terras.

O cantão declarou uma "situação especial" para todo o Valais, indicando a necessidade de uma maior vigilância e de medidas de preparação para emergências.

No total, cerca de 230 pessoas foram evacuadas no Valais, das quais cerca de 30 em Chippis, perto de Sierre, passaram a noite no ginásio municipal, segundo o presidente da câmara.

As autoridades federais suíças elevaram o nível de perigo para zonas do Valais para o nível 4, o segundo mais alto.

Restrições no fim de semana

Os residentes e visitantes são "aconselhados" a evitar os cursos de água, a não estacionar nas pontes e a circular apenas de forma limitada perto das áreas afetadas. Por razões de segurança, não é recomendado filmar ou fotografar fenómenos meteorológicos graves.

As margens do Ródano e dos seus afluentes estão fechadas ao público este fim de semana devido ao risco de inundações.

Prevê-se que o nível da água do rio atinja o seu máximo na sexta-feira à noite. O cantão dos Grisões também registou violentas trovoadas com chuvas fortes, provocando inundações e deslizamentos de terras. Quatro pessoas estão desaparecidas no vale do Misox.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Como a Flandres recorre à natureza para evitar cheias mortais

Cheias fazem cinco mortos na Alemanha, Áustria fecha Danúbio à navegação devido à subida das águas

Cheias na Alemanha: nível das águas do Danúbio sobe quase seis metros na Baviera