EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Suspensão de voos para Sharm-el-Sheikh penaliza setor turístico

Suspensão de voos para Sharm-el-Sheikh penaliza setor turístico
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com The Guardian
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Thomas Cook é a companhia mais afetada.

PUBLICIDADE

As ações dos principais grupos de turismo estão em queda na bolsa de Londres, depois do Reino Unido ter suspendido todos os voos para a estância balnear egípcia de Sharm el Sheikh, com a Thomas Cook, maior grupo britânico do setor, a liderar as quedas.

A principal associação de agências de turismo estima que haja neste momento 9000 viajantes britânicos na estância, que vão ser repatriados.

As viagens para este destino foram suspensas depois da queda do Airbus da companhia russa Metrojet, que se suspeita possa ter tido origem terrorista.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diretora financeira da Huawei detida no Canadá

Guerra aberta entre Bombardier e Boeing

Ryanair cancela mais voos a partir de novembro