EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Tunísia: Cultivar a paz através da educação

Tunísia: Cultivar a paz através da educação
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Como é que a educação pode dar apoio à paz na Tunísia e ajudar o país a resolver outro grande problema: o desemprego jovem? WISE, a Cimeira Mundial de Inovação e Educação juntou vários especialistas p

PUBLICIDADE

Cultivar a paz através da educação. Esta foi principal mensagem deixada no encontro da Cimeira Mundial de Inovação e Educação, a WISE , que se realizou em Tunes, na Tunísia.
Sakena Yacoobi, vencedora do Prémio de Educação WISE, explica que “a raiz dos problemas do mundo está na falta de educação. No Afeganistão temos muitos problemas e vivemos num conflito, estamos em guerra há 35 anos. Acredito que a educação transformou as pessoas no Afeganistão”

É através de boas práticas como as aplicadas por Sakena que este forúm pretende inspirar a mudança num país que foi aclamado pelo êxito da chamada Primavera Árabe, mas que ao mesmo tempo continua a enfrentar o drama do terrorismo.

You are the young generation: fresh, creative, intelligent. You will change the world. – sakenayacoobi</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/WISETunis?src=hash">#WISETunis</a> <a href="https://t.co/gY2o5VzoXE">pic.twitter.com/gY2o5VzoXE</a></p>&mdash; WISE (WISE_Tweets) 26 de maio de 2016

Stavros Yiannouka, diretor executivo da WISE, defende que “a sociedade civil deve ter um papel crítico. Sempre teve, sobretudo no que diz respeito a estabelecer vínculos entre a educação e a paz. Se conseguirmos utilizar o poder da educação para a paz, colocando o foco no que nos une em vez de ser no que nos separa, então torna-se numa ferramenta muito útil e poderosa”.

Neste encontro também foi discutida a necessidade de uma mudança social e de definição de soluções para o desemprego dos jovens tunisinos. Um terço dos que não conseguem encontrar trabalho são licenciados. E uma das aposta pode ser o empreendedorismo. Salwa Smaoui, representante da Microsoft na Tunísia, explica que “na atual situação, quando se aposta no crescimento económico, na criação de empregos, novas economias, o espírito empreendedor nunca foi tão importantes como agora”.

#Entrepreunarial#education empowers individuals and communities says asmaalfadala</a> at <a href="https://twitter.com/hashtag/WISETunis?src=hash">#WISETunis</a> <a href="https://t.co/ulQ5cDPA2U">pic.twitter.com/ulQ5cDPA2U</a></p>&mdash; WISE (WISE_Tweets) 26 de maio de 2016

Alguns destes princípios devem agora ser implementados nas salas de aula e aproveitados modelos considerados de sucesso como é o caso do sistema de educação em Singapura. Sherena Yiannouka, consultura do país asiático defende que “não se pode fazer uma cópia total do modelo. É necessário perceber quais são as melhores práticas e como podem ser adaptadas a cada sistema educativo”.

Neste encontro esteve também Widad Bouchamaoui, representante do Quarteto do Diálogo Nacional Tunisino e Prémio Nobel Paz 2015 que reforçou a necessidade da aposta na educação como base de uma sociedade justa e pacífica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente do Azerbaijão apela que países petrolíferos paguem para resolver problemas climáticos

O fórum intercultural de Baku visa promover o respeito e a compreensão através do diálogo

Paz e segurança global no topo da agenda do Fórum Mundial sobre o Diálogo Intercultural