EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

UE quer Câmara de Compensação fora de Londres

UE quer Câmara de Compensação fora de Londres
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

UE apresenta lei para ser aprovada pelo Parlamento Europeu como pelo Conselho da União Europeia

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia quer tirar de Londres a Câmara de Compensação de derivados em euros e quer que se fixe num dos países do bloco europeu, em 2019, após a saída do Reino Unido da União Europeia.

Para isso, preparou uma proposta de lei que pretende que seja aprovada tanto pelo Parlamento Europeu como pelo Conselho da União Europeia.

O vice-presidente da Comissão, Valdis Dombrovskis, afirmou que a União tem de se preparar “para a saída do maior centro financeiro da União Europeia do mercado único. Isso significa: tomar medidas para preservar a estabilidade financeira e proporcionar certeza às empresas.”

No continente, são várias as cidades na corrida para se tornarem no novo centro financeiro da Europa, após o Brexit. Paris e Berlim medem forças para ficarem com o legado financeiro de Londres.

No entanto, a Câmara de Compensação pode não cruzar o Canal da Mancha, dirigindo-se para o outro lado do Atlântico.

“Está a ser encarado quase como um teste para algumas discussões políticas, que vamos assistir nos próximos meses. Algumas dessas compensações podem ir para os Estados Unidos. Algumas empresas norte-americanas já têm autorização para poderem operar na União europeia. Então, potencialmente, ao invés de irem para o continente podem ir para os Estados Unidos”, explica o analista financeiro Richard Hunter.

Londres processa, atualmente, três quartos do comércio neste setor financeiro. Caso a União impeça a City de continuar a operar, milhares de empregos serão suprimidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa