EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Protesto no principal aeroporto de Paris

Protesto no principal aeroporto de Paris
Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Trabalhadores de empresas subcontratadas denunciam falta de ajudas e supressão de empregos devido à crise do coronavírus

PUBLICIDADE

Mil trabalhadores do aeroporto Roissy-Charles-de-Gaulle, principal plataforma aérea da capital francesa, manifestaram-se esta quinta-feira para denunciar a precaridade e supressão de postos de trabalho geradas pela crise do coronavírus.

Abdelaziz Nacer, secretário-geral do sindicato STAAAP:"Deram sete mil milhões [de euros em ajudas] à Air France, mas nada para os subcontratados. Há milhares de despedimentos em cima da mesa. Oitocentos trabalhadores já foram despedidos e é apenas o início."

Consequência da crise, o aeroporto parisiense perdeu, em fevereiro, 82,7% dos passageiros em comparação com o mesmo mês em 2020. Numa entrevista, o presidente dos Aeroportos de Paris estimou um corte de um terço dos postos de trabalho em Roissy-Charles-de-Gaulle.

Heathrow prepara greve na Páscoa

No principal aeroporto de Londres, Heathrow, também se prepara um protesto mas por razões distintas: os funcionários da imigração prevêem uma semana de greve, em plena Páscoa, para protestar contra a sobrecarga nas condições de trabalho, nomeadamente devido ao controlo manual de testes anti-Covid e declarações de quarentena.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Microsoft compromete-se a investir 4,3 mil milhões de dólares em França

Perspetivas económicas da OCDE: Crescimento global estável esperado para 2024 e 2025

Elon Musk em Pequim em busca da aprovação chinesa para desenvolver tecnologia de condução autónoma