Facebook na mira da Comissão Europeia

Facebook na mira da Comissão Europeia
Direitos de autor euronews
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A rede social criada por Mark Zuckerberg é a única gigante norte-americana da Internet a não ter sido alvo de investigação, por parte de Bruxelas, por alegadas práticas anticoncorrenciais.

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia prepara-se para lançar uma investigação sobre alegadas práticas anticoncorrenciais por parte do Facebook, relacionadas com o serviço de compras e vendas entre particulares Marketplace, em funcionamento desde 2016.

Este serviço permite aos utilizadores da rede social comprar e vender qualquer produto sem ter de pagar custos adicionais. O Facebook é acusado de promover este serviço junto dos mais de dois mil milhões de utilizadores e assim colocar-se numa posição de vantagem face aos concorrentes.

O Facebook é o único gigante norte-americano da Internet que ainda não foi alvo de investigação por parte do gabinete da comissária para a Concorrência Margrethe Vestager, que já teve na mira a Microsoft, a Amazon, a Apple e a Google.

Não é só em Bruxelas que a rede social fundada por Mark Zuckerberg está a ter problemas. Também os reguladores britânicos estão a apertar com o Facebook, por alegadamente estar a usar dados recolhidos aos utilizadores para ganhar vantagem face aos rivais no campo da publiciidade online.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Facebook vai contratar 10 mil pessoas na União Europeia

Facebook absolvida nos EUA e investigada na UE

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio