EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bolsas europeias arrastadas pelo Credit Suisse

Credit Suisse
Credit Suisse Direitos de autor Seth Wenig/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Seth Wenig/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Banco Central Europeu poderá recuar na decisão de agravar os juros em mais 50 pontos base

PUBLICIDADE

As más notícias que chegaram do Credit Suisse e o medo de uma nova crise bancária afundaram as principais bolsas europeias, que esta quarta-feira fecharam com perdas superiores a três por cento.

Os bancos europeus sofrem as consequências do choque que abalou o gigante suíço depois do seu principal acionista, o Banco Nacional Saudita, ter anunciado que não fará novos investimentos.

As ações do Credit Suisse caíram mais de 24%, atingindo por vezes quedas superiores a 30%.

As bolsas europeias não conseguiram evitar o efeito dominó.

O CAC 40 em Paris perdeu 3,58%, o DAX em Frankfurt 3,27%, o FOOTSIE em Londres 3,83% e o IBEX 35 em Madrid 4,3%. O índice PSI da bolsa portuguesa fechou a sessão a cair 2,77%, o valor mais baixo atingido este ano.

O Banco Central Europeu já está a avaliar a exposição dos bancos da Zona Euro e poderá recuar na decisão de agravar os juros em mais 50 pontos base, na reunião desta quinta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bolsas europeias reagem em baixa a compra do Credit Suisse

Banco Central Europeu anuncia nova subida de 0,5% nas taxas de juro

Eleições Francesas: vitória da esquerda provoca queda do euro