This content is not available in your region

Sonya Yoncheva estreia-se na zarzuela

euronews_icons_loading
Sonya Yoncheva estreia-se na zarzuela
Direitos de autor  euronews
De  Katharina Rabillon  & Euronews

Pela primeira vez na sua carreira, Sonya Yoncheva interpreta uma zarzuela. No Teatro de la Zarzuela em Madrid, a soprano búlgara explora o património espanhol e assume os clássicos desta forma de arte com melodias arrebatadoras.

"Eu sempre gostei de Espanha, desta mentalidade direta e a alegria de viver. É por isso que queria cantar zarzuela".

Madrid foi outrora um próspero centro criativo de Zarzuela. Este teatro, inspirado no La Scala de Milão, abriu em 1856.

Muitas vezes denominada "opereta espanhola", a zarzuela é um género lírico de fusão entre o canto, a prosa e a dança.

"A zarzuela é muito antiga, as primeiras datam de 1650. Depois disso, tivemos um período muito interessante no início do século XX, em que podemos encontrar verdadeiras obras-primas", revela o maestro Miquel Ortega.

Uma das obras mais emblemáticas deste género é "La Marchenera", escrita em 1928 por Federico Moreno Tórroba, e é também a preferida de Sonya Yoncheva.

"Acho-a tão sensual. É a forma mais delicada e deliciosa de explicar o estado de espírito de uma rapariga que está completamente apaixonada.

Defensora da autenticidade de cada país e cultura, a soprano considera a incursão na zarzuela uma forma de "liberdade, como artista".

"Sempre tive curiosidade por outros tipos de música. "Permito-me viajar por outros mundos musicais e adoro isso".

Conheça mais sobre a tradição da zarzuela aqui.