This content is not available in your region

Cineasta russo Kirill Serebrennikov autorizado a viajar

euronews_icons_loading
Cineasta russo Kirill Serebrennikov autorizado a viajar
Direitos de autor  AP Photo
De  euronews

O cineasta Kirill Serebrennikov foi autorizado a viajar para fora da Rússia. O artista tinha sido proibido em 2017 de sair do país como condenação por desviar subsídios estatais enquanto diretor de um teatro em Moscovo. 

Já em Hamburgo, na Alemanha, onde tem um novo projeto, Serebrennikov contou aos jornalistas como conseguiu estar ali. "Fizemos um pedido às autoridades oficiais que dizia: 'Por favor, permita-me ir a Hamburgo para trabalhar, para tornar este projeto possível", conta Kirill Serebrennikov.

O cineasta não pôde estar presente em vários eventos no estrangeiro, como por exemplo, no Festival de Cannes, em 2017, na altura em que o seu filme, o musical "Leto", estava na corrida para vencer a Palma de Ouro. Agora, mostra alívio por estar fora do país que diz amar. "Sou um cidadão da cultura. Vivo esta língua, nesta cultura, no teatro, na arte.", conta. 

A "Febre de Petrov" é o último filme do artista. Uma produção europeia que marcou presença em Cannes em 2021. Altura em que o caso do cineasta ficou mais conhecido. Agora, Serebrennikov embarca no teatro alemão, fora do país, pela primeira vez em quatro anos.