EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Fundação Dudamel ajuda jovens músicos de todo o mundo

Em parceria com
Fundação Dudamel ajuda jovens músicos de todo o mundo
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Andrea Buring
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button

Através de programas como a série de masterclasses "Encuentros" ou a Orquestra Jovem de Los Angeles, o famoso maestro venezuelano dá a mão a centenas de jovens músicos.

Em Espanha, Ana Molina está a preparar-se para uma experiência de mudança de vida. Ela é um dos poucos sortudos escolhidos pela Fundação Dudamel para participar num programa muito especial.

Diz a jovem estudante de violino: "Agora que vejo o momento a chegar, ainda não consigo acreditar. Estou super entusiasmada. É um grande sonho para mim poder viver esta experiência. Estou muito entusiasmada por conhecer Dudamel. E espero aproveitar ao máximo esta oportunidade".

Dar a mão aos jovens músicos

100 jovens músicos de todo o mundo participam no workshop "Encuentros" em Los Angeles, um programa líder de orquestra juvenil criado pelo famoso maestro Gustavo Dudamel. Através da sua fundação, Dudamel quer explorar a unidade cultural e celebrar a igualdade, beleza e respeito através da música.

Os estudantes aprendem com os mentores da fundação - grandes artistas internacionais - em masterclasses.

"Penso que estou a aprender muito aqui e que tudo será de grande utilidade para mim no futuro. Se eu praticar, se me tornar professora ou der aulas, será muito útil para mim ensinar outros estudantes", diz Ana Molina.

Após duas semanas a tocar e a ensaiar, os jovens músicos atuarão no lendário Hollywood Bowl, sob a batuta do mundialmente famoso maestro.

Para Jon Colon, de Porto Rico, é um sonho tornado realidade: "Gustavo é uma força", diz o músico. "A partir do momento em que ele entra, a aura da sala mudam. Toda a energia e vibração da sala muda. É como se toda a gente se iluminasse um pouco. Ele tem um carisma e um poder que nunca se vê. Penso que ele faz coisas musicalmente de que as pessoas realmente gostam, não só os músicos, mas também as pessoas fora do palco. Portanto, penso que é uma oportunidade absolutamente incrível poder trabalhar com ele".

Um trabalho que perdura

Ao longo dos anos, centenas de jovens músicos das Américas, Ásia e Europa participaram no programa líder de Gustavo e da esposa María Valverde, descobrindo o poder da música para a mudança social.

"O facto de os estudantes virem de 22 países e formarem uma identidade no programa, penso eu, é uma das coisas mais importantes. São miúdos oriundos de meios diferentes. Quando se juntam, a inspiração e o desejo tornam-se maiores", diz Dudamel.

Para María Valverde, "a primeira missão é dar-lhes uma oportunidade de continuar a acreditar na música e de continuar a seguir os seus sonhos e fazer desta experiência uma forma de viver nas suas comunidades e, assim, difundir a mensagem".

Em jovem, na Venezuela, Gustavo participou num programa semelhante, denominado "El Sistema". Um lugar onde a responsabilidade social e a musicalidade andam de mãos dadas. Mais tarde, disse que o programa lhe salvou a vida: "Creio que estes valores de trabalhar em conjunto, tendo objetivos em comum, fazem com que todas as crianças que fazem parte do El Sistema e dos programas inspirados por ele sejam melhores cidadãos no mundo", conta.

Graças aos valores comuns, os jovens que participam nestes programas podem tornar-se melhores cidadãos no mundo.
Gustavo Dudamel
Maestro

Orquestra jovem

Na sequência desta experiência, Dudamel e a Filarmónica de Los Angeles criaram o seu próprio programa - Youth Orchestra of Los Angeles (YOLA) - para ajudar as crianças desfavorecidas. Cerca de 1.700 crianças e adolescentes entre os 6-18 anos de idade, beneficiam dele em cinco sítios em Los Angeles. Um destes sítios é o emblemático Beckmen YOLA Center construído em Inglewood, alojado num antigo banco e desenhado por Frank Gehry. )

Fornece instrumentos gratuitos, formação musical e apoio académico. Os programas para jovens estão no centro da missão de Gustavo Dudamel.

Diz Roderick Alvarado, trompetista: "Vai impactar-me de uma forma muito positiva, porque desde que aqui cheguei sinto-me muito inspirado. Toda esta experiência trouxe uma nova abordagem à música na minha vida. Não se trata de técnica, mas de arte e de transmitir tudo o que toco aos corações e mentes de outras pessoas"

Faltam apenas alguns dias para o concerto no Hollywood Bowl. O nível de apreensão está a aumentar. Nas masterclasses, os mentores dão o toque final: "Construir pontes faz parte do que estamos a fazer aqui nos Encuentros e na Yola. É, basicamente, a junção de todas estas diferentes culturas. Algumas delas vêm de meios muito pobres e tristes, mas outras vêm de meios privilegiados com grandes professores e grandes experiências de concertos, e estão todas a aprender umas com as outras", diz Sarah Willis, uma das formadoras.

Marc Geujon, outro dos formadores do programa, acrescenta: "Penso que, para eles, esta oportunidade vai transformá-los a um nível humano. É emocionante ver como a música, como este projecto vai influenciar a forma de ser deles, e mais tarde a sua humanidade. Por isso estou ansioso por vê-los crescer".

Quando, finalmente, chega o grande dia do concerto, Dudamel diz: "É ótimo quando se trabalha com jovens, porque eles descobrem tudo. Faz-me lembrar o jovem Gustavo que estava ali sentado com os amigos, sonhando com desfrutar e trazer alegria às pessoas. Penso que esse é, afinal de contas, o objetivo principal".

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Talentoso jovem maestro ganha Prémio Herbert von Karajan

Prémio Herbert von Karajan para Jovens Maestros: uma experiência emocionante

"Champion", a vida do pugilista Emile Griffith numa ópera-jazz