EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

“Linda veut du poulet” triunfa no Festival de Cinema de Animação de Annecy

Festival de Cinema de Animação de Annecy atraiu amantes do cinema para a cidade francesa.
Festival de Cinema de Animação de Annecy atraiu amantes do cinema para a cidade francesa. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Edição deste ano do festival foi dedicada ao México.

PUBLICIDADE

O Festival de Cinema de Animação de Annecy, este ano dedicado ao México, deu o veredicto, premiando a longa-metragem francesa "Linda veut du poulet."

Com mais de cem países representados e centenas de filmes exibidos (curtas e longas-metragens), Annecy cimentou a posição como centro da animação mundial.

Ganhar o prémio Cristal é uma grande honra e uma grande conquista para os realizadores de “Linda veut du poulet”, Sébastien LaudenbachChiara Malta.

“Foi incrível estar aqui e apresentar o filme. Há muita pressão porque apresentar um filme de animação em frente de pessoas que também fazem filmes é qualquer coisa”, disse, à Euronews, Sébastien Laudenbach.

Chiara Malta acrescentou: “as pessoas viram este filme crescer em Annecy desde a fase de escrita. A cada passo do caminho estávamos lá. Então é uma conclusão impressionante."

"Linda veut du poulet" conta a história de uma mãe com dificuldade em cumprir a promessa de fazer um frango com pimentos para a filha em dia de greve em França.

Bem-humorado, terno e atrevido ao mesmo tempo, foi o favorito de muitos visitantes.

O Prémio do Júri do festival foi para o realizador húngaro Áron Gauder com o filme poderoso e profundamente político "Four Souls of Coyote", sobre nativos americanos privados das suas terras, o que mostra que a animação não é apenas para crianças.

“Penso que a Disney, a Pixar e a Marvel promovem essa 'coisa de família' e é por isso que primeiro pensei que o filme era para família e para os filhos, mas há muitas indicações sérias e penso que as pessoas deveriam ver mais”, sublinhou à Euronews, Áron Gauder.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Poetisa romena Ana Blandiana vence o Prémio Princesa das Astúrias de Literatura 2023

Pára, colabora e vota! Spotify está a encorajar os cidadãos a votar nas eleições europeias

Cannes 2024: 'Anora', uma 'Pretty Woman' do século XXI