This content is not available in your region

Reino Unido sem "Passaportes Covid"

euronews_icons_loading
Sajid Javid admite que a suspensão do passaporte pode ser revertida
Sajid Javid admite que a suspensão do passaporte pode ser revertida   -   Direitos de autor  Matt Dunham/AP
De  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Reino Unido põe os "passaportes covid" na gaveta. O governo britânico decidiu suspender a exigência de comprovativo de vacinação para eventos em recintos fechados, como as discotecas. A medida tinha sido anunciada pelo primeiro-ministro Boris Johnson e deveria entrar em vigor em outubro.

Sajid Javid, o responsável pela pasta da Saúde, vem agora dizer que o executivo não vê razões para estar a restringir o acesso a eventos, atendendo à elevada percentagem de vacinados. O ministro admite recuar se o serviço nacional de saúde britânico voltar a estar sobrecarregado.

"Analisámos a medida devidamente e embora a mantenhamos em reserva como uma opção potencial, tenho o prazer de dizer que não vamos avançar com planos para passaportes de vacinas", disse Javid à BBC.

Vários membros do Partido Conservador opuseram-se publicamente à criação dos passaportes, considerando ser até uma violação dos direitos humanos dos residentes no Reino Unido.

Com diferentes designações e âmbitos, o passaporte é aplicado em vários países da Europa, incluindo Portugal onde é exigido para a frequÊncia, por exemplo, de restaurantes ao fim de semana.