Reciclagem de cigarros: A Eslováquia está a transformar filtros em asfalto para estradas

As autoridades esperam que esta medida contribua para tornar as ruas mais limpas e para uma reutilização prática dos resíduos.
As autoridades esperam que esta medida contribua para tornar as ruas mais limpas e para uma reutilização prática dos resíduos. Direitos de autor Julia Engel
De  Rebecca Ann Hughes
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Estima-se que apenas um terço das pontas de cigarro dos 18 mil milhões de cigarros fumados diariamente em todo o mundo vão parar a um caixote do lixo ou a um ecoponto.

PUBLICIDADE

Bratislava é pioneira numa nova forma de reciclar pontas de cigarro.

A empresa municipal de gestão de resíduos da capital eslovaca anunciou uma nova iniciativa para recolher e reutilizar as beatas de cigarros descartadas em 2024.

Durante os mercados de Natal da cidade, o grupo testou contentores especiais concebidos para recolher tanto os filtros de cigarros normais como os que se encontram nos modernos dispositivos de tabaco aquecido, como os vapes.

A cidade planeia utilizar o material deitado fora para criar asfalto para as estradas.

As autoridades esperam que esta medida contribua para tornar as ruas mais limpas e para uma reutilização prática dos resíduos.

Eslováquia é pioneira na reciclagem de beatas de cigarros

A empresa de gestão de resíduos da cidade de Bratislava, Odvoz a Likvidácia Odpadu (OLO), declarou que, a partir de 2024, irá colocar contentores especialmente concebidos para as beatas de cigarros em eventos públicos.

Embora este facto em si não seja inovador, a sua utilização para as beatas de cigarros é uma novidade a nível mundial.

Em colaboração com a Câmara Municipal de Bratislava e as empresas SPAK-EKO e EcoButt, a OLO ajudará a transformar os resíduos em asfalto para estradas.

"Se os visitantes de um festival, corrida, mercado ou outro evento urbano deitarem pontas de cigarro num contentor especial, estarão a contribuir não só para um ambiente mais limpo, mas também para a recuperação material deste tipo de resíduos", afirmou Martina Čechová, gestora da economia circular da OLO, num comunicado de imprensa.

O projeto conjunto prevê que os filtros de cigarros usados sejam transformados em fibras especiais que podem depois tornar-se uma mistura para a preparação de asfalto a utilizar em pavimentos rodoviários.

A primeira estrada do mundo feita de beatas de cigarro

Embora Bratislava espere aumentar a reciclagem de cigarros em 2024 com este novo esquema, não será a primeira vez que os filtros são utilizados para fazer estradas.

Já existe uma estrada na Eslováquia feita pela EcoButt com cigarros deitados fora.

Está localizada em Žiar nad Hronom, numa região central do país, e é alegadamente a primeira do seu género no mundo.

Como é que as beatas de cigarro prejudicam o ambiente?

O impulso para reciclar mais cigarros deitados fora pode ter um impacto positivo significativo no planeta.

Os cigarros usados que são atirados para o chão são problemáticos para o ambiente porque libertam substâncias tóxicas que podem contaminar a água, o solo e os ecossistemas.

Estima-se que apenas um terço das pontas de cigarro dos 18 mil milhões de cigarros fumados diariamente em todo o mundo vão parar a um caixote do lixo ou a um ecoponto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cientistas descobrem que tabaco tem impacto nocivo no sistema imunitário mesmo anos depois de se deixar de fumar

O que é o "hidrogénio branco"? Os prós e os contras da mais recente fonte de energia limpa da Europa

Tentativa da Lego de fabricar peças de plástico reciclado falhou. Empresa volta-se agora para o e-metanol