EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

A nossa pegada hídrica: perceber a utilização escondida de água na Europa

A nossa pegada hídrica: perceber a utilização escondida de água na Europa
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Paul Hackett
Publicado a
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estamos a gastar mais água, desde na nossa alimentação até à tecnologia que usamos. Neste curso rápido, vamos explorar o conceito de pegada hídrica, como é que diferentes indústrias estão a contribuir para esta pegada e ver como é que a UE está a tornar o nosso consumo de água mais sustentável.

A água é um recurso crítico, não apenas para o nosso consumo direto, mas também para quase todos os produtos que usamos e consumimos. O conceito de pegada hídrica mede a quantidade de água limpa que usamos para produzir bens e serviços e é cada vez mais importante devido às preocupações com a escassez de água, mudanças climáticas e o consumo excessivo.

O que é uma pegada hídrica?

A pegada hídrica mede o volume total de água doce usado limpa e indiretamente por indivíduos ou comunidades. Inclui a água usada em atividades diárias, como beber e tomar banho, e na produção de alimentos, vestuário e outros bens.

A pegada hídrica é categorizada em três tipos:

  • Pegada hídrica verde: A quantidade de água da chuva usada (consumida ou evaporada) de forma direta ou indireta. Isto é particularmente elevado na produção agrícola.
  • Pegada hídrica azul: A quantidade de água doce usada (consumida ou evaporada) de forma direta ou indireta.
  • Pegada hídrica cinzenta: O volume de água doce necessário para diluir poluentes de forma a cumprir os padrões de qualidade da água. Este processo é usado por muitas indústrias, como o setor combustível, agricultura e moda.

Setores com altas pegadas hídricas

Produzir produtos do dia-a-dia muitas vezes envolve uma quantidade substancial de água. Por exemplo, fabricar uma t-shirt de algodão ou produzir um quilo de chocolate. Abaixo estão as indústrias com as maiores pegadas hídricas.

Agricultura

A agricultura é a maior consumidora de água, com uso extensivo na irrigação, criação de gado e processamento de alimentos. Por exemplo, produzir um quilo de carne de bovino requer cerca de 15.000 litros de água, devido à grande quantidade de água necessária para cultivar alimentos para o gado. Além disso, são necessários 17.000 litros de água para produzir um quilo de chocolate. Segundo estatísticas de 2019, a Europa produziu 3,7 milhões de toneladas de chocolate, o que equivale a impressionantes 63.625.200.000 litros de água.

Produção de energia

O setor energético também tem uma alta pegada hídrica. O setor usa quantidades significativas de água durante os processos de resfriamento das centrais nucleares e de combustíveis fósseis e durante o cultivo de culturas de biocombustíveis. Algumas formas de energia hidroelétrica podem consumir mais de 1.000 vezes mais água do que a energia eólica.

Têxteis e moda

A indústria têxtil usa grandes volumes de água, sobretudo no cultivo de algodão e no tingimento de tecidos, usa. Estima-se que a produção de uma única t-shirt de algodão requer 2.700 litros de água, a mesma quantidade necessária para responder às necessidades de consumo de água de uma pessoa durante dois anos e meio.

Outros setores com altas pegadas hídricas

  • Indústria tecnológica - usa água para fabricar equipamentos eletrónicos e resfriar centros de dados.
  • Indústria de bebidas - depende da água para a produção, limpeza e embalagem.
  • Mineração e metais - necessita de água para os processos de extração e refinação.
  • Indústria de papel e celulose - usa água no processamento e limpeza.
  • Setor automóvel - necessita de água para a montagem e pintura de veículos.
  • Indústria química - usa água nas reações químicas, em processo de refrigeração e para tratar águas residuais, contribuindo significativamente para a pegada hídrica cinzenta.

Tornar-se mais consciente do uso da água

Compreender e gerir a nossa pegada hídrica vai ser crucial se quisermos abordar a escassez global de água e promover o uso sustentável deste bem. Enquanto a redução dessa pegada vai requerer um esforço coletivo de indivíduos, empresas e governos, também exige políticas eficazes que possam proteger e preservar os recursos hídricos para o futuro.

Desde 2023, as empresas da UE com atividades na Europa são obrigadas a divulgar informações sobre o seu uso da água e os respetivos recursos hídricos. O bloco tem duas diretivas de sustentabilidade corporativa destinadas a mitigar o impacto ambiental do uso excessivo de água e poluição.

Diretiva sobre o Dever de Diligência das Empresas em Matéria de Sustentabilidade

Esta diretiva exige que as empresas identifiquem e abordem potenciais e reais impactos ambientais adversos, incluindo a pegada hídrica nas suas operações, nas subsidiárias e nas cadeias de valor. As empresas devem mitigar o impacto negativo nos direitos humanos e no ambiente, incluindo o consumo excessivo de água ou danos provocados aos ecossistemas.

Diretiva de Relato de Sustentabilidade das Empresas

Esta diretiva exige que as empresas divulguem os principais fatores ambientais, incluindo o impacto e dependência em relação ao clima, ar, terra, água e biodiversidade.

Estas diretivas visam promover práticas de gestão sustentável da água em todos os setores e reduzir a pegada hídrica global, garantindo um futuro sustentável para os recursos hídricos da Europa.

Algumas outras estatísticas relevantes

  • O consumo diário de energia do cidadão médio da UE é de 1.301 litros de água, o suficiente para encher mais de seis banheiras grandes.
  • Os EUA são o maior consumidor de água a nível mundial, com uma pegada hídrica média de 2.842 metros cúbicos per capita.

Tornar-se consciente da água

A Euronews e a Comissão Europeia estão a colaborar para promover a campanha Water Wise da UE, #WaterWiseEU. A nossa série, Water Matters, e a campanha da UE visam sensibilizar para o aumento da pressão sobre os sistemas hídricos da Europa e a necessidade de uma gestão sustentável da água. O Water Matters vai explorar várias questões relacionadas com a água, destacando a importância de proteger a natureza e os ecossistemas integrais para o ciclo da água. Através de conteúdos envolventes, a Euronews e a Comissão Europeia esperam inspirar indivíduos e comunidades a tornarem-se #WaterWiseEU.

Partilhe esta notícia