União Europeia e México querem modernizar acordo de associação

União Europeia e México querem modernizar acordo de associação
De  Pedro Sacadura
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A União Europeia e o México comprometeram-se a dar um novo impulso para a modernização do acordo de associação entre ambos. Na cimeira desta

PUBLICIDADE

A União Europeia e o México comprometeram-se a dar um novo impulso para a modernização do acordo de associação entre ambos. Na cimeira desta sexta-feira, que decorreu em Bruxelas, os dois lados mostraram empenho no reforço da cooperação estratégica, a nível comercial, de investimento, e debruçaram-se sobre questões pendentes.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, pronunciou-se sobre o acordo de Registo de Informação de Passageiros: “Não podemos finalizar o acordo de Registo de Informação de Passageiros com o México ou com quaisquer outros países enquanto o Tribunal de Justiça Europeia não der um parecer sobre um projeto de acordo semelhante com o Canadá.”

A par das questões climáticas, a situação dos direitos humanos no México também constou do menu das conversações.

“É um tema prioritário, altamente prioritário. Estabelecemos um compromisso formal para que no acordo que firmemos os direitos humanos sejam uma matéria na qual o Governo da República se esforçará por continuar a trabalhar no sentido da proteção e defesa”, sublinhou o chefe de Estado mexicano, Enrique Peña Nieto.

Esta semana, o presidente mexicano participou na Cimeira UE-CELAC (Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos). No primeiro dia do encontro cerca de uma centena de manifestantes chamou Enrique Peña Nieto de “assassino”.

O protesto, em frente ao hotel onde ficou alojado o chefe de Estado, serviu para denunciar falhas em matéria de direitos humanos no México, como o desaparecimento de 43 estudantes levados, no ano passado, em carros da polícia municipal, depois de uma manifestação numa cidade do estado de Guerrero, contra as reformas no ensino.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Prémio LUX do Público entregue ao filme "A sala dos professores"

Polícia de Bruxelas tenta evitar conferência populista de direita onde estava Orbán

Pieper demite-se e põe em causa o processo de nomeação de von der Leyen