EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Tusk apela à unidade na cimeira da UE dominada pelo Brexit

Tusk apela à unidade na cimeira da UE dominada pelo Brexit
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, sublinhou a necessidade de ter "unidade" entre os Estados-Membros na cimeira da União Europeia, dominada pelo Brexit.

PUBLICIDADE

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, sublinhou a necessidade de preservar a “unidade” entre os Estados-membros, e estabeleceu um calendário de uma dúzia de reuniões, até meados de 2019, para analisar reformas estruturais na União Europeia.

Entre elas estão a política social e de migração, a união bancária e as relações comerciais com terceiros.

Foi a decisão do Reino Unido de abandonar a União que desencadeou a necessidade de reforçar a unidade, realçou Tusk numa carta de convite aos chefes de Estado e de governo para a cimeira, quinta e sexta-feira, em Bruxelas.

Yet more evidence of a post-Brexit reverse domino-effect. Europeans choose unity over division. #IamEuropeanpic.twitter.com/Upu60nEHe2

— Guy Verhofstadt (@GuyVerhofstadt) October 18, 2017

Depois de ter feito alguma pressão junto da Comissão Europeia, no início da semana, a primeira-ministra britânica deverá pedir mais flexibilidade por parte dos Estados-membros sobre as fases de negociação.

Mas outros 27 governantes deverão adiar para dezembro a abertura da negociação sobre o futuro acordo comercial entre as duas partes.

For Theresa May, the Brexit news only gets worse https://t.co/W9jBX66aQH

— The New York Times (@nytimes) October 18, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Antigo chefe dos serviços secretos holandeses deverá ser o novo primeiro-ministro dos Países Baixos

Porque é que os jovens alemães são tão facilmente seduzidos pelas ideias da AfD?

Irlanda reconhece oficialmente o Estado da Palestina