UE e Alemanha divergem por causa do Nord Stream 2

UE e Alemanha divergem por causa do Nord Stream 2
Direitos de autor FRED TANNEAU/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

União Europeia distancia-se da posição alemã sobre o Nord Stream 2. Abertura do gasoduto em risco devido às divergências com a Rússia sobre a Ucrânia

PUBLICIDADE

A controvérsia sobre o gasoduto Nord Stream 2, destinado a transportar gás natural da Rússia para a Alemanha, foi abordada, esta quinta-feira, na reunião dos ministros da Defesa da União Europeia em Brecht, em França.

Numa entrevista, a ministra alemã da Defesa, Christine Lambrecht, advertiu contra o estabelecimento de uma ligação entre o gasoduto Nord Stream 2 e as divergências com Moscovo sobre a Ucrânia.

Questionado sobre o assunto, o Alto Representante para a Política Externa dos 27, Josep Borrell, distanciou-se da posição alemã colocando-se ao lado da linha dura de Washington, pressionando por sanções sobre o projeto, caso a Rússia invada a Ucrânia.

Esta não é uma infraestrutura que considerámos prioritária pois não contribuía para a autonomia energética da Europa. Certamente, o funcionamento desta infraestrutura dependerá, também, do desenvolvimento dos acontecimentos na Ucrânia e da atitude da Rússia. Não se pode imaginar que estamos a pensar, por um lado, em impor sanções e, por outro lado, em abrir as infraestruturas. Está, certamente, ligado à situação militar na Ucrânia. É óbvio.
Josep Borrell
Alto Representante da UE para a Política Externa

O chefe da diplomacia europeia acrescentou, ainda, que se, finalmente, as tensões com a Rússia diminuírem, então a decisão de abrir o gasoduto entre a Rússia e a Alemanha ficaria nas mãos dos reguladores alemães e europeus.

As conversações com a Rússia ainda estão em curso, mas as diferenças permanecem, assim como a ameaça de um novo conflito militar na Europa, uma vez que dezenas de milhares de militares russos permanecem junto da fronteira ucraniana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Navios russos perto do gasoduto Nord Stream antes das explosões, afirma documentário

Ucrânia: Enviado comercial pede soluções racionais para crise com agricultores da UE

Nicolas Schmit: "Precisamos de uma Europa social"