This content is not available in your region

"Estado da União": NATO e reconstrução da Ucrânia em destaque

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Conferência sobre Recuperação da Ucrânia decorreu esta semana em Lugano, Suíça
Conferência sobre Recuperação da Ucrânia decorreu esta semana em Lugano, Suíça   -   Direitos de autor  Alessandro della Valle/AP

O isolamento estratégico da Rússia na Europa aumentou um pouco mais.

Os 30 países membros da NATO assinaram os protocolos de adesão da Suécia e da Finlândia. Uma aprovação formal das decisões da cimeira da NATO, em Madrid, durante a qual a aliança convidou o país vizinho da Rússia, Finlândia, e o parceiro escandinavo, a Suécia, a se juntarem ao clube militar.

Isto dará mais poder à NATO, especialmente perante da ameaça militar de Moscovo.

Mas aprovação parlamentar no Estado-membro Turquia ainda pode colocar problemas para a integração final da Suécia e da Finlândia como membros, apesar de um memorando de entendimento alcançado entre as três partes.

Enquanto isso, durante uma conferência internacional na cidade suíça de Lugano aprovou-se um conjunto de princípios orientadores da reconstrução da Ucrânia, incluindo a necessidade de reformas amplas para aumentar a transparência e erradicar a corrupção.

A liderar a delegação ucraniana esteve o primeiro-ministro. Descreveu uma fonte particular de financiamento: ativos russos confiscados.

Vários parceiros internacionais, incluindo o presidente da Suíça, rejeitaram o plano.

Os assuntos estão em destaque nesta edição do programa "Estado da União."