Programa "On Air" lança cobertura eleitoral da Euronews e revela sondagem exclusiva

euronews event
euronews event Direitos de autor Jean-Francois Badias/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Jeremy Fleming-Jones
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

O programa "On Air" da Euronews lança a cobertura das Eleições Europeias e vai revelar uma sondagem exclusiva realizada em 18 países da UE.

PUBLICIDADE

A Euronews vai lançar a sua cobertura das eleições europeias com emissões em direto dos seus principais programas de televisão num evento em Bruxelas, na terça-feira, dia 19 de março. Na cerimónia de abertura, que marca a inauguração da redação central da Euronews na capital europeia, o canal vai revelar os resultados de uma sondagem exclusiva da IPSOS.

Mais de 500 convidados vão assistir ao "Euronews On Air" e à produção de duas edições especiais do programa de entrevistas "The Global Conversation". No período que antecede as eleições, a apresentadora Shona Murray irá discutir com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, o status quo e as perspetivas futuras da UE no contexto global da guerra com a Ucrânia.

Temas semelhantes, juntamente com as prioridades para o próximo mandato do executivo da UE, serão abordados pela apresentadora Sasha Vakulina em conversa com o vice-presidente da Comissão, Margaritis Schinas.

Os principais temas da campanha eleitoral e a posição da Europa no mundo vão dominar uma edição especial do programa de debate " Bruxelas, meu amor?", com Méabh Mc Mahon, em discussão com os eurodeputados Abir Al-Sahlani, Marc Botenga, Gwendoline Delbos-Corfield, Michiel Hoogeveen, Peter Liese e Juan Fernando López Aguilar, representando uma panóplia de grupos partidários.

Angela Barnes, editora da secção de Economia, irá questionar Francesco Ceccato, diretor-executivo do Barclays Europe, numa nova produção de The Big Question, o programa de entrevistas da Euronews que disseca o mundo dos negócios.

Primeira projeção exclusiva dos assentos eleitorais de uma sondagem multinacional

Durante a noite, será divulgada a primeira projeção dos lugares no Parlamento Europeu, de acordo com uma sondagem IPSOS exclusiva encomendada pela Euronews, na sequência de um inquérito realizado em 18 países europeus. Os resultados darão uma visão única das intenções de voto no início da campanha e revelarão as questões que preocupam o eleitorado.

Os convidados e os oradores irão também celebrar a abertura da nova redação central da Euronews, localizada no "coração do bairro europeu", numa receção com a DJ belga Laura De Greef.

Este centro combina as equipas únicas e multifacetadas de produção, reportagem e digital da Euronews, numa das maiores redações das capitais europeias, incluindo a nova equipa do canal dedicada às políticas da UE.

A nova redação de Bruxelas será o centro nevrálgico da cobertura de 360 graus do canal para as próximas eleições europeias, uma vez que mobiliza jornalistas dedicados da televisão e do digital em todo o continente, e capitaliza a sua experiência de 30 anos para proporcionar uma cobertura diversificada e multilingue a todo o eleitorado europeu.

A ambiciosa cobertura refletirá o que está em jogo, uma vez que cerca de 400 milhões de eleitores vão considerar as suas opções em época de conflitos globais e turbulência económica, proporcionando uma perspetiva única através da qual as opiniões dos cidadãos de todo o continente se encontram e debatem com os líderes políticos, líderes de pensamento e empresários do bloco sobre questões importantes como a energia, o clima, a saúde, a migração e a segurança.

A cobertura eleitoral da Euronews irá acompanhar os preparativos para o escrutínio até à noite eleitoral, com comentários dos resultados em tempo real, na televisão, online, na aplicação, no Youtube, nas redes sociais e por mensagens da Euronews.

Sintonize aqui a partir das 16:00 do dia 19 de março para assistir à transmissão em direto do "Euronews on Air".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento Europeu aprova regulamento para proteger liberdade de imprensa

O que faz o Parlamento Europeu?

O que faz o Conselho Europeu?