EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Quatro jovens, três dos quais menores, acusados do homicídio de adolescente de 15 anos em França

Quatro jovens suspeitos de espancarem adolescente de 15 anos em França
Quatro jovens suspeitos de espancarem adolescente de 15 anos em França Direitos de autor FRFT
Direitos de autor FRFT
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dois irmãos e outros dois menores espancaram até à morte um adolescente porque, alegadamente, Shamseddine falava com a irmã mais nova de dois deles sobre "assuntos relacionados com sexualidade".

PUBLICIDADE

Quatro jovens foram acusados de homicídio em França, por terem espancado até à morte um adolescente à saída de uma escola secundária na cidade de Viry-Châtillon, perto de Paris, na passada quinta-feira.

Shamseddine, de 15 anos, foi agredido violentamente pelo grupo de quatro jovens, dois dos quais irmãos, depois de os agressores terem sabido que falava com a irmã destes, de 15 anos, de assuntos "relacionados com sexualidade".

"Temendo pela sua reputação e pela da sua família deram instruções a vários rapazes para não terem mais contacto com ela [a irmã]. Souberam então que a vítima se gabava de falar livremente com a irmã sobre sexualidade porque ainda não tinha sido pressionado por eles”, disse o procurador Grégoire Dulin, citado pelas agências internacionais.

Entre os quatro jovens acusados de homicídio estão um de 20 anos e outros três menores, de 17 anos. Dois ficaram em prisão preventiva e outros dois ficaram detidos atéà audiência com o juiz, na próxima quarta-feira. 

A irmã de 15 anos, que não estava presente no momento da agressão, é acusada de “omissão voluntária de prevenção de um crime”, segundo as agências internacionais. Tal como solicitado pelo Ministério Público, foi alvo de “uma medida judicial educativa provisória, que inclui a sua colocação num estabelecimento de ensino e a proibição de se apresentar na antiga escola secundária”.

Os dois irmãos acusados já tinham sido condenados, anteriormente, por crimes de violência e de droga, de acordo com as agências internacionais.

Os jovens foram detidos na sexta-feira, no dia seguinte ao incidente. A vítima, que foi assistida pelos serviços de emergência e hospitalizada no hospital Necker, em Paris, morreu na tarde de sexta-feira vítima dos ferimentos, que incluem um traumatismo craniano e outras lesões no corpo.

O ataque aconteceu numa altura em que se têm registado inúmeros episódios de violência nas escolas francesas: ainda no início da semana passada, uma adolescente ficou temporariamente em coma depois de ter sido espancada por outros três jovens no exterior de uma escola no sul do país.

Na sexta-feira, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que as escolas devem ser protegidas de “uma forma de violência desinibida” entre alguns jovens.

“Temos uma forma de violência desinibida entre os nossos adolescentes e, por vezes, entre os cada vez mais jovens. As escolas precisam de ser protegidas disto”, disse Macron, citado pelas agências internacionais, ao visitar uma escola primária em Paris.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo francês promete "perseguir" autores de ciberataque que ameaçou 50 escolas

Homem detido após matar professor e ferir com gravidades duas pessoas em França

Escolas francesas sensibilizam para o cyberbullying