This content is not available in your region

Ações da Meta caem 26% após anúncio de perdas de receitas publicitárias

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ações da Meta caem 26% após anúncio de perdas de receitas publicitárias
Direitos de autor  Tony Avelar/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

As acções da Meta, proprietária do Facebook, Instagram e WhatsApp, caíram 26%, esta quinta-feira.

Pela primeira vez na história do Facebook, o número de utilizadores que diariamente acede à rede social desceu. No último trimestre, a plataforma registou menos um milhão de utilizadores só na América do Norte, o mercado que representa mais lucro para a empresa.

A companhia de Mark Zuckerberg, que representa a segunda maior plataforma digital de publicidade a seguir à Google atribui ainda às recentes mudanças nas políticas de privacidade da Apple, quebras nas receitas publicitárias previstas para 2022.

A combinação de fatores significou uma perda de capital bolsista de 200 mil milhões de dólares para a Meta.

As perdas da gigante das redes sociais tiveram repercussões no sector tecnológico e arrastar Wall Street para o vermelho.