Última hora
This content is not available in your region

Acordo sobre nuclear iraniano poderá ser adiado para março

Acordo sobre nuclear iraniano poderá ser adiado para março
Tamanho do texto Aa Aa

A diplomacia da União Europeia fala esta noite de uma fase decisiva nas negociações sobre o programa nuclear iraniano, retomadas terça-feira em Viena. Os responsáveis iranianos, norte-americano e europeus voltam a reunir-se esta quinta-feira na capital austríaca sem, no entanto, parecerem próximos de chegar a um acordo antes da data limite fixada para um entendimento, na próxima segunda-feira.

Algumas fontes falam da possibilidade de prolongar as discussões até março, uma possibilidade rejeitada já pela Rússia.

Entre as questões pendentes, encontra-se a ausência de esclarecimentos de Teerão sobre um alegado programa para desenvolver uma bomba nuclear, como lembrou hoje o responsável da Agência Internacional de Energia Atómica, Yuki A Mano.

Os líderes ocidentais estão prontos a levantar gradualmente as sanções contra Teerão, mas só com a garantia de que o país vai suspender as atividades de enriquecimento de urânio, como recordou John Kerry em Paris:

“Queremos um acordo mas não qualquer acordo, tem que ser um acordo que funcione e que cumpra o objetivo de garantir que o Irão não vai construir uma bomba nuclear”.

O debate parece encontrar-se no mesmo impasse que nos últimos 12 anos com o Irão a não querer abdicar do enriquecimento de urânio indefinidamente, quando o país continua a reclamar o direito à energia nuclear para fins civis.